Embaixador de Portugal na África do Sul visitou a Província do KwaZulu-Natal

0
172
Embaixador de Portugal

Embaixador de PortugalO embaixador de Portugal na África do Sul, dr. João Ramos Pinto acompanhado pela esposa Maria Ana Ramos Pinto visitou a Província do KwaZulu-Natal de 8 a 10 de Abril.

  Às 09.30 horas, de sexta-feira 8, acompanhado pelo cônsul honorário de Portugal em Durban, Elias de Sousa, e o nosso conterrâneo João de Jesus, empresário e representante eleito pela comunidade local do Forum da Po-lícia da área de Pietermaritzburg, teve uma reunião com o Premier da Província do Kwa-Zulu-Natal, dr. Zweli Mkhize, que estava acompanhado pelo director-geral do Planeamento e Desenvolvimento, N. Ngidi, audiência que terminou aproximadamente às 10.45 horas.

  Durante esta reunião, além da apresentação de cumprimentos, o dr. João Ramos Pinto sa-lientou a possibilidade de engrandecer as rela-ções entre Portugal e África do Sul, através de troca de tecnologia assim, como na área co-mercial de exportação e importação entre os dois países. Ficou agendada um nova visita após as eleições locais em Maio afim de desenvolver um plano para as várias iniciativas e promoções.

  O dr. Mkhize enalteceu a contribuição, trabalho e exemplo dos membros da comunidade portuguesa na província, adicionando que os membros da comunidade portuguesa são imensamente respeitados pelas autoridades e comunidade sul-africana. Informaram que no Dia de Portugal, de Camões e das Comunida-des a nossa bandeira é hasteada nas sedes do Governo Provincial e Municipal.
  À saída, o embaixador assim como o cônsul honorário mencionaram que a reunião foi muito positiva.

  À sua chegada a Durban o embaixador e a embaixatriz, acompanhados pelo cônsul honorário de Portugal em Durban e sua esposa prestaram uma visita às novas instalações do Consulado Honorário de Portugal em Durban.

  Estavam presentes no Consulado as funcionárias, assim como o Padre José Alton dos Santos, pároco da Igreja Portuguesa de San José, o eng. Carlos Teixeira, presidente da Associação Portuguesa do KwaZulu-Natal e o eng. João de Gouveia, presidente da Repre-sentação da Comunidade Madeirense de Durban.  Após  percorrer as instalações, o embaixador Ramos Pinto usou da palavra mencionando que se encontrava muito satisfeito ao ver as novas instalações do Consulado que são mais adequadas do que as antigas, assim como o local que deve agradar aos membros da comunidade. Depois expressou o seu agradecimento ao trabalho desempenhado pelas funcionárias Maria do Carmo, Cristina Gomes e CecÍlia Quatrim, classificando o trabalho desempenhado não somente de qualidade, mas sim de excelência.  Agradeceu também a presença de todos e desejou muitas felicidades aos presentes para o futuro.

  Na parte da tarde, às 15 horas, o embaixador acompanhado pelo cônsul honorário de Por-tugal em Durban e pelo nosso conterrâneo João de Jesus, apresentou cumprimentos ao Presidente da Municipalidade de eThekwini, vereador Obed Mlaba.
 No sábado, 9 de Abril, às 11 horas, o embai-xador e sra. de João Ramos Pinto acompanha-dos pelo cônsul honorário de Portugal em Dur-ban e esposa prestaram uma visita ao Liceu DHS (Durban High School) que foi frequentado por Fernando Pessoa.  À chegada foi cumprimentado pelo arquivista do Liceu, Jeremy Od-dy, que descreveu a história do liceu assim como parte dos arquivos e história de Fer-nando Pessoa que frequentou este liceu desde Abril de 1899 até 1904, passando os exames com óptimas classificações. Encontram-se em vários locais do liceu, painéis, fotografias, livros, pinturas sobre este mais famoso e maior poeta português, escritor e tradutor do século XX.

Os primeiros poemas e histórias do jovem Fernando Pessoa foram publicados em inglês no jornal matutino “Natal Mercury” a 9 de Julho de 1904. Existem dois bustos de Fernando Pessoa em Durban, um no liceu DHS e o outro no centro da cidade. Em 20 de Outubro de 2010, o escritor, tradutor e pesquisador nos ar-quivos Fernando Pessoa em Lisboa, Professor Richard Zenith, apresentou uma conferência neste liceu sobre Fernando Pessoa em que estiveram presentes mais de uma centena de pessoas.

 À noite foi realizado um jantar na Associação Portuguesa do Kwazulu-Natal onde estiveram presentes mais de uma centena de pessoas. Além do embaixador e embaixatriz encontra-vam-se ainda presentes o vice-presidente da Municipalidade de eEthekwini, vereador Loggie Naido e esposa, cônsul honorário de Portugal em Durban e esposa, vereador da Munici-palidade do South Coast, Dave Watson e esposa, e outras individualidades das comunidades portuguesa e sul africana.
  O Presidente da Associação Portuguesa do Kwazulu-Natal, eng. Carlos Teixeira deu as boas vindas ao embaixador assim como a todos os presentes. Sumarizou a história e a fundação desta organização que teve lugar no dia 21 de Julho de 1975. Recentemente eleito presidente deste clube disse que a sua visão para o seu mandato é utilizar a sede onde os portugueses se possam encontrar para falar português, saborear a nossa gastronomia, sentirem-se em casa e, assim, as portas desta casa estarão sempre abertas.

  O cônsul honorário de Portugal em Durban deu as boas vindas ao embaixador e a todos os convidados.
  Recordou ao vice-presidente da Municipa-lidade do eEthekwini a manutenção dos monumentos portugueses nesta cidade, assim como a necessidade de colocar o busto de Vasco da Gama num local da cidade.
  Mencionou a relocalização das instalações do Consulado Honorário de Portugal e que a comunidade está muito satisfeita.
  Enalteceu a grande procura do ensino da Língua Portuguesa, pelos nossos filhos e pessoas de negócios devido às exportações e importações para países no Continente Africano e América do Sul, onde o português é falado.

  Terminou desejando aos visitantes uma boa estadia e boa viagem de regresso a Pretória.
  Em seguida o vice-presidente da Câmara, vereador Loggie Naidoo usou da palavra, dizendo que os vários pontos que foram  mencionados pelo cônsul honorário assim como o presidente do clube, serão tomados em consideração. Falou dos vários projectos principais que estão em progresso, assim como os planos para o futuro da cidade. Terminou desejando felicidades a todos e agradeceu a contribuição dos portugueses na municipalidade.

  Finalmente o embaixador Ramos Pinto usou da palavra, dizendo que esta é a visita mais agradável que fez à Província do Kwazulu Natal. Nas reuniões com as autoridades sul-africanas foi enaltecida a contribuição da comunidade portuguesa na província e por isso foi decidido hastear a bandeira portuguesa no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. Expressou o seu agradecimento ao clube por dar facilidades às várias organizações que não possuem sede para usar esta casa. O ensino da língua portuguesa foi abordado, dizendo que a nossa língua e usada pela nossa comunidade, professores, tradutores e em negócios, especialmente nos paí-ses onde o português é falado.
  Apelou aos portugueses que não se encontram recenseados para fazê-lo afim de poderem votar nas eleições legislativas no dia 5 de Junho de 2011, que são muito importantes para Portugal.

  Joaquim Matos, presidente da Academia do Bacalhau de Pietermaritzburg, entregou ao embaixador o Certificado de Compadre Ho-norário da Academia, assim como uma esta-tueta dum elefante, símbolo do Congresso Mundial organizado por esta Academia.
  O eng. Carlos Teixeira, presidente da Associação Portuguesa do Kwazulu-Natal entregou ao diplomata uma estatueta com o mapa do Continente Africano e a caravela São Ga-briel, como recordação da sua visita à Associação Portuguesa do Kwazulu-Natal.
 No domingo, o  embaixador e a embaixatriz Mara Ana Ramos Pinto assistiram à Missa na Igreja Portuguesa de S. José, que foi celebrada pelo rev. Padre José Alton dos Santos. Após a Missa, estiveram juntamente com membros da Comunidade Portuguesa num convívio informal.