Eleições sem incidentes na Guiné-Bissau

0
86
Eleições sem incidentes na Guiné-Bissau

As eleições gerais deste domingo na Guiné-Bissau, decorreram sem incidentes, de acordo com várias fontes ligadas ao processo eleitoral. Augusto Mendes, presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau, disse que a taxa de participação poderá variar entre 60 a 70%, uma das “mais significativas” da história do país.

 A agência Lusa percorreu algumas mesas de voto de Bissau pouco depois das 17:00 e as urnas já estavam a ser abertas para se iniciar a contagem dos boletins.

 De acordo com fontes das diferentes missões de observação eleitoral no país, tanto na capital como no interior foram detectados apenas pequenos problemas que não afectam a votação.

 Este foi o primeiro escrutínio após o golpe de Estado de 12 de abril de 2012 com 775.508 cidadãos inscritos nos cadernos eleitorais para escolher entre 13 candidatos presidenciais e 15 partidos a concorrerem à Assembleia Nacional Popular.

 A CNE deverá apresentar os resultados definitivos das eleições dentro de uma semana.

 “Estamos a lutar para isso. Vamos envidar esforços no sentido de podermos ter os resultados dentro de uma semana”, adiantou ontem Augusto Mendes.