Dragões confirmaram rescisão de Villas Boas

0
76
Dragões

DragõesO FC Porto, em comunicado enviado à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM), confirmou na passada terça-feira que André Villas Boas pediu a rescisão do contrato com os dragões sem justa causa.

 O FC Porto informou, ainda, que o contrato já está resolvido depois de ter  recebido a quantia da cláusula de rescisão 15 milhões de euros.
 André Villas Boas, resolveu aceitar o convite do Chelsea anulando sem justa causa, o contrato de trabalho desportivo em vigor com esta sociedade, accionando a respectiva cláusula de rescisão, de imediato.
 
CURRICULO DE Villas-Boas  Numa carreira com 20 meses* 88 jogos no percurso de um prodígio treinador

 A saída de André Villas-Boas do F.C. Porto e a sua transferência para o Chelsea é o mais recente passo numa carreira invulgarmente meteórica de 20 meses.
 Desde Outubro de 2009 até à actualidade, Villas-Boas sentou-se no banco, como técnico principal, em 88 ocasiões.
 Os 30 jogos que cumpriu na Académica terminaram com saldo positivo.

 A facilidade com que garantiu a permanência no escalão principal, pegando na equipa quando esta se encontrava no último lugar, juntou a consistência nos processos e a construção de uma identidade de jogo que confirmou, em pleno, no ano dourado que assinou no F.C. Porto.

Na Académica:

 Liga: 23 J, 8 V, 6 E, 9 D (32-31)
 Taça: 2 J; 1 V, 1 E (1-1)
Taça da Liga: 5 J; 2 V, 2 E, 1 D (3-2)
 Total: 30 J 11-9-10 (38-35)

No F.C. Porto:

 Liga: 30 J, 27 V, 3 E, 0 D (73-16)
 Taça: 7 J, 6 V, 0 E, 1 D (20-6)
 Taça da Liga: 3 J, 1 V, 1 E, 1 D (6-4)
 Supertaça: 1 J, 1 V (2-0)
 Europa League: 17 J, 14 V, 1 E, 2 D (44-16)
Total: 58 J 49V 5 E 4 D (145-42)

Total de carreira:
 88 jogos; 60 vitórias, 14 empates, 14 derrotas (183-77)

Títulos:

 1 Supertaça, 1 Liga, 1 Taça de Portugal, 1 Liga Europa
 Maior vitória:
 5-0, frente ao Benfica (Liga 2010/11)
Maior derrota:
0-4, Benfica (Liga 2009/10)