Documentos do navegador Pedro Fernandes de Queirós vão a leilão na Austrália

0
197
Documentos do navegador Pedro Fernandes de Queirós vão a leilão na Austrália

Documentos do navegador Pedro Fernandes de Queirós vão a leilão na AustráliaUm conjunto de documentos do navegador português Pedro Fernandes de Queirós (1565–1614) endereçados ao Rei Filipe III da Espanha (II de Portugal), vão a leilão na Austrália, informa a imprensa local.

 As cartas, datadas de 1608, integram um lote com 127 documentos, posto à venda por um antiquário, e que inclui um registo da primeira representação da constelação estelar Cruzeiro do Sul.
 O lote integra uma colecção de livros e mapas antigos das míticas Terras do Sul que vai a leilão e está avaliado em mais de 3,5 milhões de dólares norte-americanos (2,6 milhões de euros), segundo a agência AAP.

 O gerente do antiquário, Dereck McDonnell, explicou que se trata "da mais extraordinária colecção de livros que datam do século XV ao XVIII sobre as Terras do Sul".
 Segundo a agência noticiosa Efe, nas cartas o navegador, nascido em Évora, solicita ao monarca o financiamento de uma expedição às "Terras do Sul".

 Pedro Fernandes de Queirós, variadas vezes grafado em espanhol como Pedro Fernández de Quirós, liderou várias expedições marítimas às terras austrais e é apontado por vários autores como o descobridor do continente australiano, que terá batizado como "Austrália do Espírito Santo".
 O certo é que em 1606 chegou ao atualmente denominado atol de Ducie, o mais oriental do Oceano Pacífico, pertencente ao actual arquipélago inglês de Pitcairn, que baptizou de La Encarnación.

Historicamente sabe-se que o navegador, regressado em 1606 à Corte de Madrid, pediu apoio financeiro para novas expedições a Filipe de Áustria, que detinha as Coroas de Espanha e Portugal, mas este não lhe negando, enviou-o para o Peru.
 Pedro Fernandes de Queirós faleceu no Panamá em 1614.