Défice do Orçamento de Estado português em 2018 ficou próximo de 0,6% do PIB

0
113

 O ministro português das Finanças, Mário Centeno, disse no Parlamento que o défice orçamental de 2018 ficou próximo de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB), revendo em baixa a última estimativa.

 “Devemos fechar 2018 com um valor próximo de 0,6%, ano após ano apresentamos valores de défice mais baixos do período democrático”, disse Centeno na sua intervenção inicial na audição na Comissão de Orçamento e Finanças.

 O Governo inscreveu no Orçamento uma meta de défice de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) para 2018, mas o ministro das Finanças, Mário Centeno, admitiu a 21 de Dezembro, em entrevista à Lusa, rever em baixa este valor, após o INE ter anunciado um excedente de 0,7% do PIB no terceiro trimestre.

 Em 2017, o défice ficou nos 3% do PIB, incluindo a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, sendo que sem esta operação teria sido de 0,9%.

 Sobre a dívida pública, Centeno disse que ficou no final de dezembro passado em 121,4% do Produto Interno Bruto (PIB).