De 7 a 11 de Agosto em Midrand: Mobiliário português em exposição na Decorex Joburg 2013

0
26
De 7 a 11 de Agosto em Midrand: Mobiliário português em exposição na Decorex Joburg 2013

Empresas portuguesas dos sectores do mobiliário e decoração participam, pela primeira vez, na feira DECOREX JOBURG (www.decorex.co.za) que decorre de 7 a 11 de Agosto em Joanesburgo, o maior centro económico e financeiro da África do Sul.

  A Decorex ganhou prestígio e estatuto de líder em decoração, design e estilo de vida ao longo dos últimos 20 anos a apresentar soluções criativas de sofisticação e design e mostrando em cada edição elementos de vanguarda das vá-rias tendências.

  A aimmp  – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal, organizou a participação portuguesa conjunta nesta importante feira africana, numa clara manifestação do interesse com que as empresas do sector olham para este continente e para África do Sul em particular. É um mercado ainda pouco conhecido, mas que oferece amplas oportunidades de negócio para as empresas portuguesas, sobretudo pela crescente população com um nível de vida de qualidade média/alta.

  São muitas as pontes que ligam a procura na África do Sul à oferta de Portugal: gostos e tendências similares no que respeita ao lar e decoração de interiores e apreciação da qualidade dos produtos que caracteriza as empresas portuguesas exportadoras de mobiliário e materiais de madeira para a construção/decoração.

 Por outro lado, a comunidade portuguesa desempenha um importante papel na sociedade sul-africana e revela grande vontade de facilitar o estabelecimento de contactos com a procura local.

  A África do Sul resistiu bem à crise internacional e é visitada, para compras, por todos os consumidores subsaarianos, reconhecida como a “Central de Compras” de África. Além do acesso ao mercado sul-africano, a DECOREX é também uma porta de entrada para outros países da África austral, com destaque para Angola, Moçambique, Namíbia, Botswana e Tanzânia.

  Participam na Decorex 2013 sete  empresas portuguesas do sector do mobiliario e decoração: Antarte, Castro & Filhos, Cicomol, Concreteficaz, Fertini, Meireles Mobiliário, Sildoor.

  A aimmp – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal tem como missão representar, promover e defender os interesses das empresas pertencentes às cinco divisões sectoriais que compõem a Fileira de Madeira e Mobiliário: corte, abate, serração e embalagem de madeira; painéis e apainelados de madeira; carpintaria e afins; mobiliário e afins; e exportação, importação e distribuição de madeiras e derivados.

  Estas indústrias contabilizam 2 mil milhões de euros de volume de vendas e exportam 1,1 mil milhões de euros, sendo o mobiliário, os painéis de madeira, os produtos para a construção (portas e pavimentos) e as madeiras de pinho e de eucalipto, em rolaria e serradas, os principais responsáveis por estes valores. Fazendo parte da Fileira de Transformação Florestal, que é responsável em Portugal por cerca de 4% do PIB nacional, 11% do PIB industrial, 9% do emprego industrial e 10% das exportações nacionais, as Indústrias de Madeira e Mobiliário são das mais importantes da socioeconomia portuguesa.