Cuidado com o dólar: A dívida é grande e os Estados Unidos estão à beira do incumprimento

0
62
Cuidado com o dólar: A dívida é grande e os Estados Unidos estão à beira do incumprimento

Cuidado com o dólar: A dívida é grande  e os Estados Unidos estão à beira do incumprimentoA directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, alertou para as “consequências devastadoras” de um eventual incumprimento dos Estados Unidos da América face aos compromissos com os seus credores sobre a economia norte-americana e mundial.

 Numa entrevista concedida ao programa “This Week” da cadeia de televisão ABC, Lagarde, que assumiu funções na terça-feira, elogiou também o seu antecessor, Dominique Strauss-Kahn pelo “excelente trabalho” à frente do FMI.

 “Se estivermos perante um cenário de incumprimento, teremos, evidentemente, subida das taxas de juros, quedas enormes nas bolsas e consequências verdadeiramente devastadoras, não só para os EUA, mas para toda a economia mundial”, afirmou Lagarde, acrescentando que não imagina esta probabilidade “nem por um segundo”.
 Os EUA encontram-se actualmente num impasse político, pois democratas e republicanos não se entendem quanto à possibilidade de aumentar o limite da dívida pública do país, que foi atingido em meados de Maio.

 O Tesouro norte-americano tem insistido que até 2 de Agosto terá esgotado todos os recursos para evitar que os compromissos com os detentores de obrigações norte-americanas não sejam honrados.
 Alguns economistas estimam que o Tesouro ainda teria meios para controlar a situação após esta data, mas La-garde partilha dos receios do governo norte-americano.