Cristiano Ronaldo recebe 4.ª Bota de Ouro mas ainda quer ganhar a quinta e a sexta

0
38
Cristiano Ronaldo recebe 4.ª Bota de Ouro mas ainda quer ganhar a quinta e a sexta

O futebolista português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, disse na terça-feira que quer vencer mais Botas de Ouro, depois de ter recebido pela quarta vez o galardão para o melhor marcador dos campeonatos europeus.

  “É um momento especial. Não estou satisfeito, quero sempre mais. Sou o único que tenho quatro Botas de Ouro, mas quero mais, quero ganhar a quinta, a sexta”, disse.

  Durante a cerimónia da entrega da Bota de Ouro, referente à época 2014/15, que decorreu em Madrid, Ronaldo disse que os prémios individuais implicam sempre “ganhar coisas com a equipa”, referindo que “este ano, não será diferente”, apontando às conquistas “da Liga, da ‘Champions’, se possível, da Taça”.

  “Um momento bonito na minha vida desportiva receber a quarta Taça é uma honra e um privilégio muito grande. Este trofeu é muito importante. Tenho de agradecer aos companheiros, sem eles não conseguia, a toda a gente que esteve envolvida e que me ajudou a estar bem fisicamente. Espero que nos possamos ver para o próximo ano”, afirmou.

  Antes de Ronaldo receber o prémio, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, disse que este galardão “mostra que estamos frente a um futebolista único e excepcional”.

  “Para mim, é um orgulho ter Cristiano Ronaldo na nossa equipa, contar com o seu talento, o seu trabalho. A sua dimensão é gigantesca. (…) Cristiano quer mais. Estes reconhecimentos não o farão cair na complacência. A sua ambição por melhorar faz deles o exemplo para todos”, disse.

  Para o líder dos ‘merengues’, esta quarta Bota de Ouro é apenas “um ponto de partida para novos desafios”.

  O português Cristiano Ronaldo tornou-se no primeiro futebolista a ostentar quatro troféus de melhor marcador da época nos campeonatos europeus.

  Depois dos triunfos de 2007/08, ainda pelo Manchester United (27 golos), e de 2010/11 (40) e 2013/14 (31), já pelo Real Madrid, a última ‘ex-equo’ com Luis Suárez, então no Liverpool, Ronaldo selou o seu quarto triunfo com um recorde pessoal de 48 golos.

O futebolista do Real Madrid deixou, assim, para trás o argentino Lionel Messi, o primeiro a coleccionar três edições (2009/10, 2011/12 e 2012/13), e ficou a dois tentos de igualar o recorde do jogador do FC Barcelona numa época – 50, em 2011/12.

  O ‘capitão’ da selecção lusa, que tinha como melhor registo os 46 golos de 2011/12, insuficientes para vencer, fechou a Liga espanhola 2014/15 com dois ‘hat-tricks’.