Cristiano Ronaldo é o único português nomeado para os prémios ‘The Best’

0
205

O avançado Cristiano Ronaldo, da Juventus, é o único português nomeado para os prémios ‘The Best’, inserido na lista de 11 candidatos na categoria de melhor futebolista de 2020, divulgada pela FIFA.

  Ronaldo reparte a nomeação com Thiago Al-cântara (Bayern Munique/Liverpool), Kevin De Bruyne (Manchester City), Robert Lewandowski (Bayern Munique), Sadio Mané, Mohamed Salah e Virgil van Dijk (todos do Liverpool), Kylian Mbappé e Neymar (ambos do Paris Saint-Germain), Lionel Messi (FC Barcelona) e Sergio Ramos (Real Madrid).

  Para o prémio de melhor guarda-redes estão nomeados Alisson Becker (Liverpool), Thibaut Courtois (Real Madrid), Keylor Navas (Paris Saint-Germain), Manuel Neuer (Bayern Muni-que), Jan Oblak (Atlético de Madrid) e Marc-André ter Stegen (FC Barcelona).

  O galardão para distinguir o melhor treinador será decidido entre os candidatos Hans-Dieter Flick (Bayern Munique) – que conquistou a Liga dos Campeões -, Julen Lopetegui (Sevilha) – vencedor da Liga Europa -, Marcelo Bielsa (Leeds United), Jürgen Klopp (Liverpool) e Zinédine Zidane (Real Madrid).

  A cerimónia de entrega dos prémios ‘The Best’, que esteve inicialmente marcada para Setembro, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19, vai realizar-se a 17 de Dezembro, num evento exclusivamente virtual, anunciou a FIFA.

  As 11 categorias dos prémios ‘The Best’, masculinos e femininos, serão eleitos por ‘capitães’ e treinadores de todas as seleções mundiais, adeptos e representantes de órgãos de comunicação social de todo o mundo.

  A votação decorrerá até dia 9 de Dezembro.

  O argentino Lionel Messi e a norte-americana Megan Rapinoe foram galardoados em 2019 como os melhores jogadores do Mundo, enquanto o alemão Jurgen Klopp e a inglesa Jill Ellis foram eleitos os melhores treinadores.

  Messi arrecadou o sexto troféu de melhor futebolista do Mundo (2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019), ‘descolando’ do português Cristiano Ronaldo, que soma cinco (2008, 2013, 2015, 2016 e 2016/17) e que no ano passado terminou a votação em terceiro lugar, atrás do argentino e do holandês Virgil van Dijk.