Criado o Leitorado de Português na Universidade de Pretória

0
105
Criado o Leitorado de Português na Universidade de Pretória

No próximo dia 28 de Março, na sala Kya Rosa, no Campus da Universidade de Pretória, terá lugar a cerimónia de assinatura de um protocolo que cria o Leitorado de Português do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (CICL) na Universidade de Pretória (UP).

 O Protocolo será assinado pelo embaixador de Portugal em Pretória, dr. António Rico-ca Freire (em representação do CICL), e pelo director da Faculdade de Humanidades da UP, Prof. Norman Duncan.

 Este Protocolo prevê implementar a Língua Portuguesa como curso major nos programas de BA (Bachelor of Arts) na Faculdade de Humanidades da Universidade de Pretória (UP), a partir de 2014 e oferecer cursos de Formação de Professores de Língua Portuguesa nos cursos de graduação da Faculdade de Educação, a partir de 2015.

 O curso major em Estudos Portugueses é essencialmente destinado aos estudantes que tenham realizado o exame de Português como second additional language no 12.º ano (Matric).

 Para além disso, a UP propõe-se oferecer aulas de Português como curso livre a estudantes que não tenham conhecimento prévio da língua, já a partir do presente ano.

 O interesse crescente na aprendizagem do Português na África do Sul e a oferta cada vez mais acentuada de cursos por parte de instituições universitárias sul-africanas reflecte a enorme importância estratégica que a Língua Portuguesa tem, não só no país mas em toda a região da SADC.

 No próximo mês de Abril será igualmente assinado um protocolo de cooperação com a Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, que visa a criação de um curso major em Estudos Portugueses, a colocação de um leitor do Camões, I.P. a partir de 2014 e, futuramente, a possibilidade de os alunos graduados com o major poderem optar por Estudos de Tradução e Interpretação em Português.

 Na lista das 10 principais línguas maternas e/ou oficiais no mundo, o Português ocupa a 5.ª posição. A Língua Por-tuguesa é ainda de considerável importância estratégica para a África do Sul, que tem fronteiras com países lusófonos e uma forte relação com o Brasil, através dos BRICS. Além disso, a Língua Portuguesa é uma das línguas oficiais da SADC e da União Africana.

 Por parte do Instituto Camões, o Protocolo prevê o destacamento de um Leitor para leccionar Língua Portuguesa e para estruturar o curso Formação de Professores de Língua Portuguesa, em 2013 e o apoio financeiro para um segundo leitor de Língua Portuguesa, a ser seleccionado pela UP, a partir de Janeiro de 2014.

 Em 2012, foram 158 os estudantes aprovados nesta disciplina.