Covid-19: Madeira sobe para 49 casos positivos

0
63

O arquipélago da Madeira regista hoje 49 casos de covid-19, mais um do que na segunda-feira, disse hoje o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE) da região, indicando que o novo doente é um jovem regressado do Reino Unido.

“Trata-se de um caso importado, de um jovem, na faixa etária entre os 10 e os 19 anos, residente no concelho de Santa Cruz [zona leste da Madeira]”, esclareceu a vice-presidente do IASAÚDE, Bruna Gouveia, em videoconferência, no Funchal.

O jovem cumpriu a quarentena desde a sua chegada à região, no dia 16 de Março, e foi acompanhado pelas autoridades de saúde, sendo que os primeiros sintomas de infecção pelo novo coronavírus surgiram em 23 de Março.

Dos 49 doentes registados no arquipélago, dois encontram-se internados – um na Unidade de Cuidados Intensivos, outro no serviço normal – em situação estável, sendo que os restantes estão em isolamento no domicílio ou em unidades hoteleiras designadas.

As autoridades de saúde assinalaram também que um doente já recuperou.

Bruna Gouveia referiu, por outro lado, que 11 casos suspeitos aguardam resultados laboratoriais, num total de 365 estudados desde o dia 29 de Fevereiro.

“Até ao momento, tivemos 305 casos negativos”, sublinhou.

A vice-presidente do IASAÚDE revelou também que já foram realizados 26 testes, com resultado negativo, às pessoas sem-abrigo que se encontram alojadas no Pavilhão dos Trabalhadores, no Funchal, aguardando-se ainda quatro resultados laboratoriais.

Das 518 pessoas que se encontram em vigilância activa no arquipélago, três são profissionais de saúde e oito são bombeiros da ilha do Porto Santo.

Bruna Gouveia indicou que 312 pessoas estão em unidades hoteleiras a cumprir quarentena obrigatória depois da chegada à região, nomeadamente 27 no Hotel Praia Dourada (Porto Santo), três no Hotel Quinta do Lorde (Machico) e 282 no Hotel Vila Galé (Santa Cruz).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direcção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes, mais 34 do que na véspera (+10,9%), e 12.442 casos de infecções confirmadas, o que representa um aumento de 712 em relação a segunda-feira (+6%).

Dos infectados, 1.180 estão internados, 271 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 184 doentes que já recuperaram.