Covid-19: Governo da Madeira considera medidas contra turistas que furaram quarentena

0
54

O Governo da Madeira pondera actuar judicialmente contra dois cidadãos dinamarqueses que estavam impedidos de viajar, devido a contacto provável com Covid-19 que tiveram no país de origem.

“É um caso criminoso, do meu ponto de vista, mas o Governo Regional está preocupado que eles fiquem de quarentena nestes 15 dias”, afirmou Miguel Albuquerque, vincando que “depois vai ver essa situação”.

As autoridades regionais estão a acompanhar os dinamarqueses – um casal – desde 8 de Março, depois de ter sido informada pelas autoridades de saúde da Dinamarca que tiveram contacto provável com Covid-19 no país de origem.

“São senhores que estavam proibidos de sair do país, que estavam de quarentena e que furaram a quarentena, desobedeceram à ordem, pondo em risco um conjunto de pessoas e uma comunidade inteira”, afirmou Miguel Albuquerque.

 A unidade hoteleira onde o casal está hospedado foi alertada e, embora não apresentem qualquer sintoma da doença, encontram-se sob “vigilância activa” e “isolamento profilático”.