Covid-19: Futebol parou na Europa há um mês, excepto na ‘ilha’ Bielorrússia

0
81

Os jogos que foi possível realizar da primeira mão dos ‘oitavos’ da Liga Europa de futebol foram os últimos que se disputaram no ‘velho continente’, onde, há um mês, só a ‘ilha’ Bielorrússia resiste à pandemia de covid-19.

Num mês que seria de grande actividade futebolística, também com jogos de selecções, tudo o novo coronavírus adiou ou cancelou, dos diversos campeonatos nacionais às taças europeias, passando pelo Torneio do Qatar, com a participação de Portugal.

A excepção na Europa é o ‘palpitante’ campeonato da Bielorrússia, na qual se cumpriu neste último fim de semana a quarta jornada, com o Zhodino a liderar.

Em Portugal, foram adiadas quatro jornadas da I Liga, da 25.ª à 28.ª, e outras tantas da II Liga, prova na qual se cumpriu o último jogo luso, o Leixões-Farense (1-1), em 09 de Março.

Para já não há data do regresso, sendo que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) já encerrou todas as competições não profissionais, incluindo o futebol feminino, que não terá vencedor na Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga.

Tendo em conta que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já fez saber da sua intenção de estender o Estado de Emergência até 01 de Maio, também é certo o adiamento de mais quatro rondas (29.ª à 32.ª).

A 29.ª jornada deveria realizar-se de 17 a 19 de Abril, a 30.ª de 21 a 23, a 31.ª de 25 a 27 e a 32.ª no primeiro fim de semana de Maio, em 02 e 03.

Desta forma, já só falta ficarem oficialmente adiadas as duas últimas rondas, a 33.ª, de 08 a 10 de Maio, e a 34.ª e derradeira, que seria no fim de semana seguinte e era a única que ainda não tinha horários definidos.

Se o Estado de Emergência em Portugal for renovado após 01 de Maio, e até 16, as últimas rondas também serão ‘engolidas’ pela covid-19, sobrando, então, a Taça de Portugal, cuja final estava agendada para 24 de Maio, no Estádio Nacional, em Oeiras, entre Benfica e FC Porto.

Quanto à selecção campeã europeia, deveria ter-se deslocado ao Qatar, anfitrião do Mundial de 2022, para defrontar num torneio internacional a Bélgica (27 de Março) e a Croácia (30).

Face ao adiamento, para 2021, do Europeu, também foram cancelados os particulares que Portugal deveria disputar com Eslovénia (31 de Maio), Espanha (05 de Junho) e Malta (09). A estreia seria em 16, com um conjunto proveniente dos ‘play-offs’, que teriam arrancado em 26 e 31 de Março.

A paragem das competições também adiou dois encontros da selecção de sub-21, com Chipre (26 de Março) e Países Baixos (31), sendo que, em 18, o Benfica devia ter defrontado o Dinamo Zagreb, na Croácia, os quartos de final da UEFA Youth League.

No que respeita às provas europeias, o novo coronavírus já só deixou disputar, em 12 de Março, seis dos oito encontros da primeira dos ‘oitavos’, com Sevilha-Roma e Inter Milão-Getafe a serem desde logo adiados.

Entre os embates que se realizaram, quatro já decorreram à porta fechada, nomeadamente o Olympiacos-Wolverhampton (1-1), o Wolfsburgo-Shakhtar Donetsk (1-2), o Eintracht Frankfurt-Basileia (0-3) e o LASK-Manchester United (0-5).

Os embates Rangers-Bayer Leverkusen (1-3) e Basaksehir-Copenhaga (1-0) foram os únicos que se realizaram com público nas bancadas.

Nos dois dias anteriores, disputaram-se quatro jogos da segunda mão dos oitavos de final da ‘Champions’, dois deles com público, o Leipzig-Tottenham (3-0), em 10 de Março, e o Liverpool-Atlético de Madrid (2-3 após prolongamento), no dia seguinte, com apuramentos de alemães e espanhóis.

Pelo contrário, foram já à porta fechada o Valência-Atalanta (3-4), em 10 de Março, e o Paris Saint-Germain-Borussia Dortmund (2-0), em 11, com qualificações para italianos e gauleses.

Em 17 e 18 de Março, deveriam ter-se disputado os restantes quatro jogo dos ‘oitavos’, nomeadamente o Manchester City-Real Madrid, o Juventus-Lyon, o Bayern Munique-Chelsea e o FC Barcelona-Nápoles.

A segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa, que era a 19 de Março, também não se realizou, bem como a primeira mão dos quartos das duas provas (07 a 09 de Abril). A segunda (14 a 16) está também ‘inviabilizada’.

As meias-finais (28 a 30 de Abril e 05 a 07 de Maio) também não se disputarão nas datas previstas, bem como as finais, já adiadas, da Liga Europa (Gdansk, em 27 de Maio) e da Liga dos Campeões (Istambul, em 30 de Maio).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já provocou mais de 100 mil mortos e infectou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.