Convívios da Academia do Bacalhau de Pretória continuam a ser muito concorridos

0
59
Academia do Bacalhau

Academia do BacalhauCom a presença de um número a ultrapassar a meia centena de pessoas, entre directores, compadres, comadres e convidados, com destaque para o representante do Banco Santander Totta, na África do Sul, José Maria Maciel Pinheiro.

e os ex-presidentes da tertúlia, Estêvão Rosa, Agostinho Simão, Manuel Furriel e Mário de Sousa, este último que ali festejava nesse preciso dia o seu aniversário natalício, teve lugar na tarde da penúltima quinta-feira, 24 de Setembro, feriado neste país, no Strydfontein Pub Restaurante, de Pretória North, mais um almoço de convívio mensal da Acade-mia do Bacalhau da capital.

 As boas vindas e agrade-cimentos às presenças, de modo especial ao compadre José Maciel Pinheiro, considerado de honra na confraternização, estiveram a cargo do presidente desta Academia, Ivo de Sousa, que mediante o número de convivas que ali acorreu, e terá ultrapassado as suas previsões, é a seu ver sinal de que se es-tá no bom caminho, e acertada a escolha das quintas-feiras, como atestam as boas receitas conseguidas nos mesmos, embora seja sua intenção uma vez por outra voltar a efectuá-las ao fim de semana, ba-seando o resto do seu im-proviso em reconhecimento às ajudas que tivera para este convívio.

 Nesse prisma o líder desta Academia não esqueceu a proprietária do restaurante, Yvonne Pestana, que considerou incansável em preparativos e para além das facilidades concedidas ain-da por cima ofereceu um dos artigos ali leiloados, tal como também aconteceu com o Tony’s Liquor, ali representado pelo sócio gerente, Tony de Sousa Ale-gria, com a oferta do vinho, tanto para este almoço, como o do passado mês de Agosto, e a Manny Pestana que com o grupo de amigos de que se fez acompanhar e se incluía Martinho Camacho, patrocinaram as taças para o torneio de sueca que se seguiu, e teve como ven-cedores Fernando Vieira – Carlos de Canha, classificando-se em segundo lugar Zé Maria – Carlos Gomes, em terceiro Jaime de Caíres – Miguel Carreira, e em quarto Gabriel Oliveira – Mário de Sousa.

Na sua intervenção, Ivo de Sousa voltou a pedir aos compadres e comadres que o ouviam e o pudessem fazer, a marcarem presença no próximo congresso das Academias do Bacalhau, que nos dias 9, 10 e 11 de Outubro irá decorrer em Pietermaritzburg, capital do Kwazulu – Natal, onde na véspera, dia 8, tenciona festejar em Durban o seu aniversário natalício, e seria para si uma alegria poder conviver nessa data com os amigos que de Pretória ali se des-locassem.

 Sobre as destacadas individualidades que tem convidado para cada convívio, Ivo de Sousa fez questão de sublinhar que quando convida um compadre especial, não é a pensar no donativo que essa pessoa possa oferecer, mas sim no reconhecimento ao conceito e prestígio que tem na comunidade, isto sem desprimor para qualquer dos presentes, todos lhe merecendo respeito e consideração, não deixando de mencionar o de significativa quantia que Maciel Pinheiro ali lhe fizera entrega nessa tarde, gesto a merecer de todos estrondosa salva de palmas.

 No convívio, que teve em Manuel Furriel o “carrasco” na aplicação de multas da praxe, foi entoado pelos presentes o tradicional “parabéns a você”, com o corte do bolo, ao aniversariante Mário de Sousa, conheceu no final a sua alegria com a brincadeira, na interpretação de humorísticos números da nossa música popular por Ivo de Sousa, acompanhado à viola por Damião de Freitas, a quem foi agradecida a cedência da aparelhagem sonora para essa tarde, e, ao acordeão, por Jaime Sardinha.