Convívio semanal da Academia-Mãe do Bacalhau na Adega em Bedfordview

0
51

Decorreu na quinta-feira 8 de Agosto no restaurante “Adega” em Bedfordview, o convívio semanal da Academia do Bacalhau de Joanesburgo. Estiveram presentes 16 compadres e comadres, no primeiro andar daquele restaurante português. Os convivas foram recebidos com entradas de salada verde, amêijoas e jaquinzinhos fritos, acompanhadas de bebidas aperitivas.

 O repasto foi aberto pelas 13horas em ponto. O presidente em exercício, compadre honorário João Carreira, fez soar o badalo e convidou os presentes a levantarem-se e com os copos cheios de vinho tinto, a fazer o brinde “Gavião de Penacho”, cujo “tom” foi dado pelo compadre honorário Michael Gillbee.

 O presidente deu as boas-vindas aos presentes em torno da mesa do almoço e agradeceu a presença de cada individuo, ao reconhecer o esforço de tempo e financeiro que é feito pelos membros da tertúlia em estar presentes semanalmente no convívio. Para a tarefa de “carrasco” da tarde, a escolha do presidente recaiu sobre o compadre António Rebelo de Oli-veira. Uma escolha sempre popular entre os compadres e coma-dres, devido ao seu sentido de humor mordaz e sátira.

 O primeiro prato do almoço foi servido, o da sopa de caldo-verde. A sopa estava muito bem confecionada com a couve bem cortada e escaldada com uma a duas rodelas de chouriço nos pratos.

 Os pratos do almoço foram servidos e levantados em rápida su-cessão, o prato principal foi logo levado para a mesa, com o “fiel amigo” a ser confeccionado assado na brasa, acompanhado de batata cozida. A posta de bom tamanho, estava bem demolhada e bem assada e foi do agrado geral.

 Após terem sido levantados os pratos do peixe, o presidente João Carreira anunciou que “haverá uma reunião do executivo dia 15 de Agosto, pelas 18horas, aqui na “Adega” e é uma reunião de traba-lho do executivo da Acadamia-Mãe.”

 Interveio o compadre Carlos Silva.

 “Boas tardes caras comadres e caros compadres, sobre o Con-gresso Mundial que irá decorrer no Porto este ano, eles têm tudo pra-ticamente esgotado. Está repleto e o problema é que têm limites de inscrições. O congresso no Porto há de ser um clássico, verdadeiramente de luxo. Pela primeira vez os compadres vão ter uma lição. A Academia do Porto quer inscrições e pagamentos a pronto. Portanto, aqueles que podem e estão interessados, inscrevam-se atempadamente enquanto ainda é possível”, rematou o compadre Carlos Silva.

 O compadre Manuel Sampaio, chegado de visita à África do Sul da Austrália onde agora reside, interveio.

 “Boa tarde a todos, novamente é uma grande honra estar cá entre os compadre e comadres da Academia-Mãe. Fico contente de ser aqui na Adega novamente e espero que continuem a fazer mais almoços aqui. Parabéns ao presidente em exercício, está a fazer um bom trabalho, também vou ao congresso, se tiver lugar”, gracejou o compadre Sampaio. “É muito bom estar cá outra vez, embora a Africa do Sul não esteja muito bem, como todos sabemos. Convido-vos a todos a vir visitar Sidney.

 Parabéns à Direcção, desejo-vos um bom ano e podem contar comigo, caso seja preciso alguma coisa”, afirmou o compadre Manuel Sampaio.

 A sobremesa foi servida, uma mousse de maracujá. A palavra final da tarde foi dada ao compadre “carrasco”. O compadre “Tó” Rebelo fez uma intervenção, como habitual, humorística e que foi de enorme agrado dos presentes. Uma vez aplicados os “castigos” aos “prevaricadores”, as garrafas de digestivos foram levadas para a mesa a acompanhar os cafés.

 O almoço foi encerrado com o brinde “Gavião de Penacho” cujo “tom” foi dado pelo compadre Manuel Sampaio. O próximo almoço será igualmente na “Adega” de Bedfordview pelas 13horas.