Convívio de Natal da Liga da Mulher Portuguesa

0
707

  Em elegante convívio realizado na tarde do penúltimo sábado, 5 de Dezembro, no salão do restaurante da ACP de Pretória, a Liga da Mulher Portuguesa promoveu na capital sul-africana o seu convívio anual de Natal, nele participando um bom número de pessoas de Pretória, Joanesburgo e Krugersdorp, entre as quais o embaixador Manuel de Carvalho, a chanceler da embaixada Carlota Pinheiro, o comendador Estevão Rosa, as comendadoras Manuela Roda e Fátima de Castro, Paula de Castro dos Lusíadas, a pintora em porcelana e tecido Cremilda Cardoso, com uma das mesas ocupadas pelos idosos residentes no Lar S. Francisco de Assis, acompanhadas da sua encarregada Isabel dos Santos.

  Nesta elegante confraternização, com variados artigos domésticos para ali poderem ser adquiridos, assim como outros diferentes ornamentos alusivos ao Natal, com destaque para presépios em miniatura, e respectivas imagens decorativas, usou em primeiro lugar da palavra a presidente da Liga da Mulher promotora do convívio, Manuela Calado, para a todos saudar, dar as boas-vindas e agradecer a presença de cada um ali naquela tarde, com destaque para o embaixador, que não obstante viajar ao fim da mesma tarde para Portugal, fez questão de ali conviver por alguns momentos, se dirigindo com estas palavras, depois de apelar a todos ao distanciamento, manter a máscara, higienizar as mãos o mais possível, para que todos se mantivessem em maior segurança possível.

  “Este ano tem sido um ano difícil para todos nós, e além da vontade de estarmos convosco já há muito tempo, tem sido quase impossível, mas como as mulheres têm a particularidade de nos adaptarmos às circunstâncias que nos rodeiam, aqui estamos para podermos ter um pouco de alegria, e nos lembrarmos que é Natal, e com o tema subordinado aos presépios, recordar também o Pai Natal, presentes e rabanadas, sem nunca esquecer o menino Jesus que nasceu e morreu pela Humanidade. Os presépios são lindíssimos, muito obrigado pelo vosso esforço e trabalho”.

  informando que o segundo tema iria ser preenchido por uma equipa de profissionais de Saú-de July Massango (ocoupational therapist), Carla Gerryts (dietician), Nádia de Castro (trauma counsellor), e Winston Schoeman (clinical psychologist, and founder of Evexia), disse a continuar o seu discurso:

  “Quero também agradecer à nossa modelo Jas-mine Caetano, uma jovem lusodescendente, por se prontificar a exibir o vestido desenhado pelo costureiro José Canha, residente em Klerksdorp, inspirado no azulejo português e no fado, mais propriamente em quadro de José Malhoa, que a jovem que representou Portugal em Tokyo do Japão, com esse traje, foi Carina Frazão, residente em Pretória, e o vestido oferecido pela entusiasta do concurso, Ana Paula Costa à ACP de Pretória, para que pudesse ser visto de forma tão especial, antes de ser guardado, talvez num futuro museu que a ACPP está a pensar fazer a seu tempo”.

  Ainda em agradecimentos, Nela Calado mostrou-se reconhecida a Cremilda Cardoso, o ter trazido algumas das suas valiosas obras pintadas à mão, não esquecendo em reconhecimento a ACPP, na pessoa do seu presidente Tony Oliveira, a cedência das instalações para o convívio, onde sempre imperou a alegria e o respeito mútuo, que nos apraz registar, sendo também de assinalar a boa colaboração da comendadora Manuela Rosa, e a da conselheira da comunidade por Pretória, Helena Rodrigues, esta que teve a seu cargo a apresentação dos profissionais de Saúde, atrás referidos.

  Convidado a proferir algumas palavras o embaixador Manuel de Carvalho, que a seguir iria rumar ao aeroporto de Joanesburgo, para dali seguir para Portugal, começou por saudar a todos com amizade, após o que pediu uma salva de palmas às promotoras do evento, a quem elogiou a sua capacidade, eficácia ali bem patente, com parabéns, para além da boa organização.

  Enalteceu o facto de terem convidado os profissionais de Saúde para nos falarem um pouco dos cuidados a ter nos diversos âmbitos, cada qual na sua área de actividade, passando o resto da sua intervenção a apelar aos cuidados a ter, enquanto não for combatida esta pandemia do “coronavírus”, como o uso de máscara, lavar as mãos, manter distância, embora se comece a ver a luz ao fundo do túnel, com a descoberta da va-cina, que a seu tempo nos poderá conduzir ao retorno da normalidade.

  Esperançado em vida normal depois de tudo isto passar, o embaixador desejou a todos ali reunidos e suas famílias o melhor Natal possível, com desejos de boa saúde e tudo do melhor para o novo ano que em breve vamos entrar, com força para vencer todas as dificuldades que os tempos nos impuseram.

  Antes de se retirar foram-lhe oferecidas lembranças, fazendo por seu lado questão de adquirir o motivo alusivo ao presépio, preparado pelas idosas utentes do lar S. Francisco de Assis, ges-to esse a originar um forte aplauso dos presen-tes, com desejos de boa viagem.

  Recorda-se que no convívio todas as pessoas presentes foram convidadas a servirem-se do elegante beberete preparado, para além da apetitosa sopa, uma grande variedade de iguarias, onde não faltaram os rissóis, pasteis de nata, bolinhos de bacalhau, salgados, toda a variedade de doçaria, incluindo o tradicional bolo-rei, sendo caso para felicitar Manuela Calado e todo o seu executivo e pessoas anónimas que consigo colaboraram pela eficácia e requinte.

Texto e fotos de Vicente Dias