Construtor José Mendonça assassinado em Roodekrans, Krugersdorp

0
50
comunidades

O empresário de construção civil José Mendonça foi assassinado na sexta-feira à noite nos armazéns da sua empresa de construção civil na área de Krugersdorp, ten-do o seu corpo sido encontrado pelo filho Carlo, no dia seguinte, sábado dia 23 de Julho, na casa de banho dos armazéns. Tinha 73 anos e era natural da Freguesia de Santa Maria Maior. no Funchal.

 A nossa reportagem ao ter conhecimento deste trágico assassinato, entrou em contacto com os filhos da vitíma, Ricardo e Carlo, tendo o filho mais velho Ricardo afirmado: “O meu pai foi sempre uma pessoa muito metódica e  todos os dias deitava-se às 19h00. Naquela noite, depois de vários telefonemas meus e da minha cunhada Paula sem resposta, resolvemos ir procurá-lo em sua casa e nos seus escritórios. Não encontrámos vestígio nenhum, o que nos levou a crer, que algo estava errado. Resolvemos participar à Polícia e telefonar para vários hospitais, mas tudo em vão. Eram já 3h00 da manhã de sábado quando nos fomos deitar, já cansados. No dia seguinte voltámos ao seu escritório e em seguida, depois de conseguir acesso aos armazéns, encontrámos o  seu corpo na casa de banho. Pelo que vimos, ele foi atacado com um objecto cortante na cabeça, tendo o armazém ficado bastante ensanguentado em vários locais, indicando que o meu pai ofereceu resistência, mas só depois da autópsia é que teremos a confirmação.”

 Durante a entrevista com a família da vitíma, o seu advogado e amigo de há longa data, Sidney Lazarus, com um ar muito triste, disse-nos que José Mendonça era uma pessoa humilde e gostava de ajudar os mais necessitados da sua área residencial, não compreendendo a razão de tal violência.