Consórcio de Hong Kong paga 288 milhões de euros por empresa portuguesa de energia eólica

0
56
Consórcio de Hong Kong paga 288 milhões de euros por empresa portuguesa de energia eólica

Um consórcio formado em partes iguais pela Cheung Kong Infrastructure Holdings Limited (CKI) e Power Assets Holdings Limited (PAH) pagou 288 milhões de euros pela empresa portuguesa de energia eólica Iberwind, de acordo com uma comunicação ao mercado divulgada sexta-feira em Hong Kong.

 A comunicação ao mercado divulgada pela Bolsa de Valores indica que aquelas duas empresas controladas pelo bilionário de Hong Kong Li KaShing irão pagar cada um máximo de 144 milhões de euros pela empresa eólica, controlada até à data pela sociedade portuguesa e espanhola de capital de risco Magnum Capital Industrial Partners.

 A Iberwind dispõe de 31 parques eólicos onde produz 684 megawatts de energia eléctrica, número que representa cerca de 15% da capacidade de produção de energia eólica instalada em Portugal.

 A comunicação informa que esta aquisição permite ao consórcio expandir à escala mundial a sua “plataforma de energias renováveis”, sendo consistente com a estratégia do grupo “em investir na produção de energia.”

 A sociedade de capital de ris-co Magnum Capital Industrial Partners, fundada em 2006 com um capital inicial de 866 milhões de euros, tem por objectivo o investimento e desenvolvimento de empresas com centro de actividade em Espanha e Portugal.

 A imprensa portuguesa noticiou ser este o segundo negócio de activos eólicos registado em Portugal no decurso da semana passada, depois de o grupo italiano Enel (Ente nazionale per l’energia elettrica) ter vendido através da sua subsidiária Enel Green Power Espana a empresa Finerge – Gestão de Projectos Energéticos a um fundo de investimento australiano por 900 milhões de euros.