Comendadores António Braz e Horácio Roque recordados em cemitério de Pretória no dia de aniversário do seu falecimento

0
93

 Lembrando sempre com saudade as memórias dos comendadores António Braz, falecido há 21 anos, e Horácio Roque, há nove, em vida accionistas e presidentes do Grupo Século, o director do  ornal “O Século de Joanesburgo”, Rogério Varela Afonso, deslocou-se no penúltimo domingo, 19 de Maio, ao cemitério de Zandfontein, em Pretória, juntamente com o delegado deste mesmo semanário na capital sul-africana, Vicente Dias, para colocação de um arranjo de flores na campa do comendador António Braz, cerimónia onde ao mesmo tempo foi recordado o comendador Horácio Roque, este sepultado no cemitério de Oleiros, sua terra natal, do distrito de Castelo Branco. Nesse preciso dia a presidente do Conselho de Administração do Grupo Século, comendadora Paula Caetano, mandava celebrar uma missa

em homenagem póstuma ao seu falecido marido, em Igreja do Vale dos Caídos, em Madrid, cidade onde se encontrava a participar na Conferência Mundial do Financial Times.

 Simbolizando exemplo de emigrantes de sucesso, com todas as forças do seu patriotismo de todas as horas, António Braz e Horácio Roque nunca esquecendo as suas origens, nem os valores morais e de solidariedade com os compatriotas em dificuldades, empenhando-se ambos igualmente em projectos de expansão da nossa cultura, do qual “O Século de Joanesburgo”, fundado em Junho de 1963 pelo comendador António Braz, e depois do seu falecimento o comendador Horácio Roque deu seguimento, é exemplo vivo de padrão português na África do Sul.

 Pensando sempre com grande preocupação na continuidade deste semanário de língua portuguesa na África do Sul, pelo qual tinha uma adoração especial, ao ponto de o considerar como seu “bébé”, o comendador António Braz foi pedindo com o avançar da idade, ao seu sócio e grande amigo, comendador Horácio Roque, para que, se falecesse primeiro, lhe desse continuidade, pedido esse fielmente respeitado enquanto este viveu, passando depois do seu falecimento, sua esposa Paula Caetano, agraciada pelo governo português, em Junho de 2015, com a comenda da Ordem de Mérito Empresarial, a liderar o projecto e a presidir ao Conselho de Administração do Grupo Século.