Comemoração do Dia da Região Autónoma da Madeira na Cidade do Cabo

0
98
Comemoração do Dia da Região Autónoma da Madeira na Cidade do Cabo

No âmbito das comemorações do “Dia da Região Autónoma da Madeira” o secretá-rio regional do Ambiente e Recursos Naturais do Governo da Madeira, dr. Manuel António Correia, visitou a Cidade do Cabo nos dias 10 e 11 dste mês.

 Manuel António Correia, acompanhado pelo adjunto de Gabinete, dr. António Trindade, e do director das Comuni-dades Madeirenses, dr. Gon-çalo Nuno dos Santos, jantou com os principais  representantes das Asssociações  Por-tuguesas do Cabo, nomeadamente Liga da Mulher, Academia do Bacalhau, Amigos da Madeira, Centro de Cultura e Beneficência de Parow e personalidades mais representativas da comunidade madeirense na Cidade do Cabo, e entregou lembranças a alguns dos presentes no convívio.

 Durante o seu discurso o dr. Manuel Correia, atento ao que os imigrantes lhe transmitiram, prometeu fazer tudo ao seu alcance para que a comunidade madeirense imigrante, especialmente radicada na África do Sul, seja mais bem servida com as ligações aéreas directas.

 O governante tocou ainda na questão da RTP Internacional transmitir o noticiário regional da Madeira de madrugada ou seja às 5.00 horas de África d Sul e de programas sobre a região serem transmitidos em diferido, sem permitir a participação dos madeirenses que se econtram além fronteiras.

 “Não deve haver qualquetr diferença entre os que estão radicados fora e os madeirenses que residem na Pérola do Atlântico.  Para que o seu desejo se concretize é preciso tratar a comunidade emigrante de forma igual aos residentes”, afirmou.

 Na opinião do secretário regional o tratamento dado pelos serviços alfandegários à chegada à Madeira, após longas viagens, não pode continuar a persistir.

 “Gostaria de criar um gabinete de apoio aos emigrantes, principalmente para os que desejam investir  ou fazer parcerias na Madeira. Todas estas situações não se resolvem de um dia para o outro, são necessários muitos anos para colher frutos. O certo é que se não começarmos a mexer ou a semear agora nunca poderemos ter resultados positivos”, assim disse dr. Manuel Correia

 O Governante madeirense garante pôr mãos à obra e estar disponível para ouvir quando necessário, tendo neste sentido facultado o seu contacto telefónico.

 A comitiva madeirense, na companhia do comendador José Gouveia, conselheiro das comunidades madeirenses, deu um passeio por Wellinghton e Franschoek, onde foi obsequeada com um almoço numa herdade vitivinícola.