Central termoeléctrica flutuante inaugurada em Nacala pelos presidentes de Moçambique e da Zâmbia

0
160
Central termoeléctrica flutuante inaugurada em Nacala pelos presidentes de Moçambique e da Zâmbia

A central eléctrica instalada a bordo de um navio atracado em Nacala foi formalmente inaugurada pelos presidentes de Moçambique e da Zâmbia, Filipe Nyusi e Edgar Lungu, respectivamente, noticiou a imprensa moçambicana.

 O navio MV Karadeniz Powership Irem Sultan, matriculado na Libéria, que atracou no porto de Nacala a 18 de Fevereiro passado, é uma central eléctrica detida e operada pela empresa com sede em Istambul Karadeniz Powership Co.

 A primeira central eléctrica flutuante a operar em Moçambique, onde ficará dois anos, decorre de um convénio entre os governos de Moçambique e da Zâmbia, cujos países vão beneficiar da produção, e da Turquia, que assegura a manutenção da instalação.

 A energia eléctrica produzida pela central será injectada na rede eléctrica da Electricidade de Mocambique (EdM) a partir da subestação de Nacala, disse o presidente da estatal, Mateus Magala.

 O presidente da EdM disse ainda que a central irá assegurar o fornecimento de energia à região norte de Moçambique com maior estabilidade do sistema eléctrico de transporte que actualmente regista restrições de energia em face da limitada capacidade da linha Centro-Norte e à Zâmbia.

 A inauguração deste empreendimento coincidiu com a visita de Estado de três dias a Moçambique que o presidente da Zâmbia concluiu no penúltimo sábado, no âmbito do reforço das relações de cooperação bilaterais, em vários domínios.