Cegos residentes em Roseacres receberam alimentos básicos oferecidos pela Academia da Ferrugem

0
48
Cegos residentes em Roseacres

Cegos residentes em RoseacresUma representação da Academia da Ferrugem da África do Sul, liderada pelo seu presidente Carlos Varela e que incluiu os membros José Rebelo, António Rebelo e Beto Azevedo esteve nas instalações da South African Association for the Blind, onde fez a entrega de géneros alimentícios no valor de cerca de 7.000 randes.

A oferta da Academia da Ferrugem foi feita à sub-directora da instituição para residentes invisuais em Roseacres, bairro de Joanesburgo, estando entre os cegos que receberam, o português João Serrão.

  Os proodutos de mercearia incluiram ovos, leite, farinha de trigo, açúcar, arroz, sal, farinha de milho, latas de conserva e sacos de feijão.
  Regista-se que recentemente a Academia da Ferrugem promoveu um almoço de solidariedade no Restaurante Mirasol, 69 Augusta Road, em Regents Park. O restaurante foi extremamente generoso em ter patrocinado a refeição, tendo ainda preparado dois panelões, respectivamente com sopa e chanfana de cabrito, que viria a ser o almoço do dia seguinte (domingo) dos cegos residentes, a quem ainda foi oferecida uma quantidade significativa de salada de fruta.

 A Academia da Ferrugem, por intermédio do “Século”, “agradece ao Restaurante Mirasol e amigos, que possibilitaram dar uma grande alegria aos cegos hospedados em Roseacres. Solicita ainda aos benfeitores em geral, que desejem fazer donativos para a Associação Sul-Africana de Cegos que o façam ou através da Academia da Ferrugem ou directamente à instituição em Roseacres”.