Cavaco Silva reconhece que saída de pilotos da Força Aérea para a aviação civil é um problema

0
67
Cavaco Silva

Cavaco SilvaO Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, reconheceu que a saída de pilotos da Força Aérea para a aviação civil “é de facto um problema”, fazendo votos para que o ministério da Defesa consiga encontrar um solução.

“Espero que o Ministério da Defesa, em diálogo com os chefes militares, consiga encontrar uma solução para esse problema, que é de facto um problema”, afirmou Cavaco Silva, quando questionado sobre a falta de pilotos da Força Aérea para alguns aviões, no final de uma visita à Base Aérea número 1, em Sintra. Revelando que tinha falado com o Chefe de Estado-Maior da Força Aérea sobre esse assunto minutos antes, o Presidente da República disse que o general Luís Araújo lhe confidenciou que “a TAP é como uma segunda Força Aérea naquilo que diz respeito à captação de pilotos e que a SATA é uma terceira Força Aérea também na captação de pilotos”.

“É um problema que ainda não conseguimos resolver, a Força Aérea tem muitos candidatos a pilotos, por isso não é um problema de entrada é depois um problema de saídas cedo demais”, acrescentou o chefe de Estado, que é também o Comandante Supremo das Forças Armadas. Por isso, continuou, é necessário encontrar uma resposta para este problema, que é da competência do Governo,  orque os pilotos da Força Aérea são precisos.