Casa do Benfica promoveu o tradicional Natal da Criança

0
243

  Em obediência a uma tradição respeitada no passado pelas colectividades lusas de Pretória, mas que por razões a partir de certa altura interrompida, a Casa do Benfica, tal como nos anos anteriores, voltou na tarde do penúltimo domingo, 6 de Dezembro, a proporcionar alegres momentos de convívio às crianças inscritas para o efeito, não só dos filhos menores dos seus associados, mas num gesto a todos os títulos louvável, extensivo a todos os menores de 12 anos, a revelar com isso o carinho e apreço que os directores desta representação benfiquista da capital têm pela miudagem, quem sabe, tal como o presidente desta casa afecta ao “glorioso”, José Brunido, ali deixou bem claro, alguns deles venham no futuro a dar continuidade em liderança às nossas colectividades.

  Se alguns dos que ali iriam receber os seus brinquedos, disse José Brunido, venham a ser no amanhã membros directivos deste clube ou qualquer outra agremiação lusa, e como tal à partida considerado este gesto um bom investimento, e o seu cariz avaliado dos melhores que as nossas agremiações podem promover, estão de parabéns o presidente e os directores que o acompanham na gerência desta Casa do Benfica, na cidade de Pretória.

  O almoço, antecedido de oração pela sua neta  Adrihanna, tinha como ementa espetada, frango assado, salada e sobremesa, havendo para os mais pequenos  “hot dogs, boerewors rolls”, pernas de galinha e gelados.

  Em divertimento para a miudagem o “jumping Castle” e outras distrações.

   Contando-se entre o bom número de presentes o casal de comendadores Estêvão e Manuela Rosa, a conselheira da comunidade por Pretória, Helena Rodrigues, pela ACPP o presidente da Direcção, Tony Oliveira e o honorário Manuel José, o da Academia do Bacalhau desta mesma cidade Tony Barbosa, este que durante a manhã preparou no espaço onde em frente das instalações benfiquistas decorreu o arraial ao ar livre, a montagem de tendas e disposição de mesas e cadeiras, assim como o sistema de som, e para além disso desempenhar o papel de “ Pai Natal”, para entrega de lembranças à miudagem, sendo bem visível a alegria das crianças ao receberem os seus brinquedos, diga-se dados com muito carinho.

  No agradável ambiente onde actuou a cançonetista HunTer Leite, usou de improviso o presidente da Casa do Benfica, José Brunido, para depois de agradecer a todos a presença ali naquela tarde, se referir ao cariz do evento e estender os seus agradecimentos, tanto em organização do evento, como quem consigo colaborou, destacando nesse prisma um anónimo para a aquisição de brinquedos, e para o almoço o grupo de amigos “Giving Friendes”, a carne oferecida pelo “Meat World” de Manny Leitão, e a fruta e os vegetais pelo “Fruit Stop”.

  Não esqueceu a cooperação dos membros directivos que o acompanham, Augusto Rosa, Fernando Santos, Ricardo Brunido, Márcio de Caires e Cristiano Rosa, com reconhecimento especial a António Barbosa em preparativos do arraial e sistema de som ali utilizado, assim como a Carina de Caires e Cristina Rosa, que ali ajudaram, para na confecção do “braai” e da espetada, para além de seu filho Ricardo, reconhecer o contributo de José Quintino, José Ferreira, Lino Faria e Nelson Ferreira, não esquecendo a presença da comunicação social.

  Digno de registo no improviso do presidente da Casa do Benfica, foi a revelação do dinheiro em patrocínio que tivera para compra das – ali oferecidas às crianças, o que sobrar será para ser entregue à caridade. Neste capítulo é de igual modo de louvar a atitude de José Brunido, na entrega de alimentos aos idosos utentes do Lar S. Francisco de Assis, nos dias dos almoços mensais nesta representação benfiquista.

  Fazendo votos para que esta pandemia que temos enfrentado desapareça quanto antes, para que as nossas agremiações voltem a funcionar em pleno, José Brunido desejou por último aos presentes e suas famílias, um feliz Natal e tudo do melhor para o novo ano em que em breve vamos entrar.

Texto e fotos de Vicente Dias