CAN2013: Cabo Verde estreia-se com empate frente à anfitriã África do Sul

0
103
CAN2013: Cabo Verde estreia-se com empate frente à anfitriã África do Sul

Num jogo atípico e com chuva à mistura a África do Sul estreou-se, sábado, na  Taça das Nações Africanas- CAN2013 com empate nulo diante da congénere de Cabo Verde, em jogo realizado no Soccer City,  agora designado como Estádio Nacional, em Joanesburgo, para a primeira jornada do Grupo A.

  A partida de fraca qualidade técnica e com elevado nível de nervosismo da equipa da casa, teve dois momentos distintos: os Bafana Bafana pareciam ter a lição bem estudada, pois protagonizaram o primeiro momento do jogo ao primeiro minuto, por Parker, que rematou ao lado, após receber passe de Tshabalala.

 O ímpeto ofensivo sul-africano foi “sol de pouca dura”.

 Dificilmente acertava na baliza. Criava oportunidades, principalmente por Tshabalala, que parecia levar a equipa às costas, mas seus colegas foram perdulários.

 O segundo remate à baliza de Vozinha surgiu através de um livre, por Tshabalala, mas sem perigo. Três minutos depois os “Tubarões Azuís” despertaram e criaram a primeira situação de golo, quando Platini, isolado por Heldon, rematou ao lado, naquela que foi a melhor situação de golo em toda primeira parte.

 As equipas mostraram-se mais soltas a partir do minuto 20, com oportunidades repartidas, mas sem ocasiões claras de golo, com a África do Sul mais acutilante, porém a defesa cabo-verdiana, embora desarrumada, mostrava-se segura.

 No reactamento a história repetiu-se, com a África do Sul a entrar determinada e tal como nos primeiro minutos da partida não conseguiu concretizar.

 Cabo Verde respondeu com agressividade, onde se destacaram Nivaldo, Mendes e Heldon, mas também sem visar à baliza adversária.

  A equipa anfitriã tentou aos 51, 55, 87 e 90 minutos com muito perigo e os adversários responderam na mesma proporção aos 65 e 72 minutos, mas nada se alterou, confirmando-se o mau momento dos Bafana Bafana, tal como vaticinava a imprensa local na edição de sábado, onde se escrevia que esta era a chance de reconquistarem a Nação.

 Tudo fica adiado para o encontro de quarta-feira frente à selecção de Angola.