Calor humano contra o cancro em Joanesburgo angaria R700 000

0
99

 Na manhã de domingo 28 de Julho, 3000 pessoas juntaram-se numa marcha contra o cancro em Bedfordview. Neste evento, organizado pela “The Suffling Walking Team”, fundado por Maria da Silva e Marinda Garrana, com um comité de 16 senhoras, conseguiram angariar à data de publicação do Século de Joanesburgo, 700 000 randes. Este montante ainda não está finalizado, dado que vários donativos e promessas de donativos estão ainda por entrar nas contas finais. Mas o montante à data, é resultado dos bilhetes vendidos e dos fundos angariados no dia do evento.

 Este montante será entregue à Breast Health Foundation no Helen Joseph Hospital; Hospice Stepping Stones em Alberton; Hospice East Rand; The Sunflower Fund e à CHOC – Childhood Cancer Foundation South Africa.

 O evento teve lugar na escola secundária de St. Benedict’s College em Bedfordview. Os vários milhares de pessoas começaram a juntar-se nos relvados da escola pelas 6h30 e ao som de música e animação de artistas portugueses como Diana de Sousa, Roberto Adão e Miguel Pregueiro.

 Todos, vestidos de cor-de-rosa, a cor internacional da luta contra o cancro, partiram pelas 8h00 da escola em volta de Bedfordview num de três percursos, 2kms, 5 kms e 7 kms. Muitos partiram a correr outros a passo, mas a animação reinou durante todo o evento.

 Várias pessoas mascaradas, acompanhadas de cães, a empurrarem carrinhos de bebé, com crianças ao colo e famílias inteiras, marcaram presença e compuseram a enorme coluna humana que “pintou” de cor-de-rosa Bedfordview naquela manhã de domingo.

 Nem as baixas temperaturas de Inverno afastaram os participantes que combateram o frio com aquecimento ao som de música de ginástica aeró-bica, dança e vontade pela causa.

 Diante dos participantes partiram os motards portugueses, “Os Amigos Portugueses”, que com as suas Harley-Davidsons deram outro colorido e som ainda mais intenso ainda à marcha. Os motards estiveram em função de escolta aos participantes, encaminharam os carros e pararam o trânsito nalguns cruzamentos.

 A marcha em si, foi completada pelas 10 horas e os participantes permaneceram no recinto da escola ao som da música, com bancadas de comida e venda à disposição de todos.

 Para o ano, o evento terá novamente lugar.