Bicampeão Benfica fecha campeonato com triunfo sobre o Marítimo

0
61
Bicampeão Benfica fecha campeonato com triunfo sobre o Marítimo

O Benfica, com o título já assegurado, venceu no sábado o  por 4-1, na 34.ª e última jornada da Liga de futebol, num jogo aberto, ofensivo e jogado em todo o campo, com muitas oportunidades de golo.

  O facto de o Benfica já ter assegurado o título e de o Marítimo ter a sua classificação definida permitiram que se assistisse a um bom espectáculo de futebol, com as duas equipas a jogarem o jogo pelo jogo, pouco rigoro-sas do ponto de tático, a negligenciarem as marcações e a privilegiarem o jogo atacante.

  Houve de tudo, cinco oportunidades de golo concretizadas, cerca de uma dezena desperdiçadas, bolas nos postes, grandes defesas de Wellington e Júlio César, um golo de Jonas não sancionado e mal pelo árbitro assistente de Nuno Almeida e um final frenético, com 60 mil espectadores a `puxarem´ pelo avançado brasileiro para este marcar mais um golo e tornar-se o melhor marcador do campeonato.

  Um golo mais de Jonas seria a "cereja no topo do bolo" da festa `encarnada´, mas um erro do árbitro assistente, aos 68 minutos, impediu o Benfica de também arrecadar o troféu de melhor marcador – na altura o avançado brasileiro ainda estava a dois tentos de ascender à liderança.

  Os brasileiros Lima, aos seis e 59 minutos, e Jonas, aos 42 e 83, apontaram os tentos dos ‘encarnados’, enquanto o maliano Marega faturou para os insulares, aos 31.

  A formação comandada por Jorge Jesus terminou o campeonato com 85 pontos, mais três do que o FC Por-to, que sexta-feira havia batido em casa o lanterna-vermelha Penafiel por 2-0.

  Sporting vence em Vila do Conde, com golo solitário de Nani

  O Sporting venceu o Rio Ave por 1-0, em encontro disputado em Vila do Conde.

  Um golo do internacional português Nani, aos 48 minutos, valeu o triunfo ao ‘onze’ de Marco Silva, que terminou no terceiro lugar, com 76 pontos, menos nove do que o bicampeão Benfica e seis em relação ao ‘vice’ FC Porto.

  Por seu lado, o Rio Ave acabou o campeonato no 10.º lugar, com 43 pontos.

  Por seu turno, o Sporting de Braga recebeu e goleou o Vitória de Setúbal por 5-0.

  João Schmidt (cinco minutos), na própria baliza, Éder (23 e 69), Pedro Tiba (44) e Salvador Agra (81) foram os autores dos tentos que ditaram a goleada `arsenalista´.

  Com esta vitória, o Sporting de Braga terminou o campeonato no quarto lugar com 58 pontos, assegurando o apuramento direto para a fase de grupos da Liga Europa, enquanto o Vitória de Setúbal fechou a prova no 15.º lugar com 29.

  O Vitória de Guimarães venceu a Académica por 4-2, em Coimbra, mas falhou a subida ao quarto lugar da I Liga portuguesa de futebol, na última jornada da prova.

  Ricardo Valente, aos 34 e 90+4 minutos, o brasileiro Otávio, aos 53, e Tomané, aos 59, apontaram os tentos dos minhotos, enquanto Pedro Nuno, aos 39, e Ivanildo, aos 69, faturaram para os anfitriões.

  Apesar do triunfo, o Vitória de Guimarães não conseguiu ultrapassar o Sporting de Braga, quarto, que goleou em casa o Vitória de Setúbal por 5-0, enquanto a Académica acabou no 15.º posto, precisamente atrás dos sadinos, ambos com 29 pontos.

 Na sexta-feira, o Belenenses assegurou a última vaga para a próxima edição da Liga Europa de futebol, ao vencer em casa do Gil Vicente por 2-0 e ao beneficiar da derrota do Paços de Ferreira na Madeira.

  Fábio Nunes (52 minutos) e Tiago Caeiro (84) anotaram os tentos do triunfo da equipa do Restelo, que ainda beneficiou das expulsões de dois jogadores gilistas, aos 75 e 78, para poder gerir melhor a vantagem.

  A precisar de vencer e que o Paços de Ferreira perdesse na Madeira, o Belenenses acabou por beneficiar do triunfo por 3-0 do Nacional sobre os pacenses, com tentos de Fábio Cardoso (14 própria baliza), Marco Matias (43) e de Tiago Rodrigues (53), resultado que apenas permitiu aos insulares ultrapassar o Paços de Ferreira na classificação.