Benfica ‘voa’ para a liderança depois de ganhar ao campeão FC Porto

0
101

O Benfica é o novo líder da I Liga de futebol, depois de ontem ganhar na Luz ao campeão FC Porto e beneficiar do empate cedido pelo anterior líder, o Sporting de Braga, no sábado à noite.

 Um golo do suíço Seferovic, aos 62 minutos, após um grande passe de cabeça de Pizzi, em esforço, permitiu às ‘águias’ não só ultrapassar o seu maior ‘bloqueio’ a nível nacional – já não ganhava aos ‘dragões’ há quatro anos – como também igualar o Sporting de Braga no topo, com 17 pontos.

 A liderança do Benfica é mais que ténue, é certo, já que assenta na diferença de golos e pela margem mínima: 15-5, contra 16-7 dos ‘arsenalistas’.  O FC Porto cai para terceiro, com 15 pontos.

 No primeiro grande ‘choque’ entre o campeão e vice-campeão da época passada, o equilíbrio foi a tónica, tanto em posse de bola como em remates à baliza. Estava muito claro que o jogo se podia decidir por um pormenor.

 E assim foi, com uma jogada de insistência ofensiva do Benfica, aos 62 minutos. Pizzi recebeu a bola do seu meio-campo e, em vez de a deixar chegar ao chão, para jogar de pé, enviou de cabeça para a frente, onde surgiu Seferevic, que se antecipou a Casillas e rematou colocado.

 No final, o FC Porto ainda esteve perto de dez minutos em superioridade numérica, depois da expulsão de Lema, mas nada resultou disso a favor dos ‘dragões’.

 Também ontem, mais cedo, o Boavista deu uma ‘sapatada’ na classificação, que lhe permitiu sair da zona de despromoção. Ganhou por 1-0 ao Desportivo das Aves e ascendeu ao 11.º lugar, com sete pontos, dois acima da linha de descida.

 O golo foi fruto do azar do Desportivo das Aves – trata-se de um autogolo de Bruno Gomes, aos 71 minutos.

 Por sua vez, o Portimonense venceu o Sporting por 4-2, resultado que permite aos algarvios abandonarem a última posição, enquanto os ‘leões’ perderam terreno para os dois primeiros.

 Manafá, aos 30 minutos, e Nakajima, aos 44, deixaram os algarvios a vencer por 2-0 ao intervalo, tendo Fredy Montero, aos 63, dado esperanças ao Sporting de virar o resultado, ao reduzir, mas o conjunto de Portimão voltou aos dois golos de vantagem, com o ‘bis’ de Nakajima, aos 82.

 No entanto, o resultado não estava ainda fechado, tendo os ‘leões’ voltado a reduzir por Coates, aos 88, mas a equipa algarvia aproveitou o adiantamento dos lisboetas para ‘matar’ o jogo, com novo golo, agora de João Carlos, aos 90+3.

 Com esta vitória, o Portimonense deixa a lanterna-vermelha da prova e sobe ao 13.º lugar com sete pontos, enquanto o Sporting fecha a jornada no quinto posto com 13 pontos, a quatro dos dois comandantes, Benfica e Sporting de Braga.