Benfica sofre segunda derrota consecutiva e complica seu futuro na “Champions”

0
54
Benfica

BenficaO Benfica, com uma exibição pálida e reduzido a dez futebolistas durante toda a segunda parte, foi punido com uma derrota por 2-0 em Lyon, que complicou a qualificação para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

 Os golos de Briand, aos 21 minutos, e do exportista Lisandro, aos 51, ambos anunciados por remates ao poste da baliza “encarnada”, tra-duziram em números moderados a superioridade dos franceses no jogo da terceira jornada do Grupo B.
 O campeão português ficou numa situação insustentável quando Gaitán foi expulso, aos 43 minutos, por acumulação de cartões amarelos, protagonizando uma segunda parte penosa, durante a qual foi presa fácil para a voraz equipa francesa.
 O contestado guarda-redes Roberto foi responsável por o Lyon ter passado ao lado da goleada, mas o Benfica, sem ter comprometido a continuidade na prova, ficou em po-sição mais fragilizada para se apurar para os oitavos de final.

 A equipa lisboeta mantém-se no terceiro lugar do grupo B, com menos três pontos do que o Schalke 04 – vencedor por 3-1 na recepção ao Hapoel Telavive – e menos seis em relação ao Lyon, mas ainda jogará em casa com alemães e franceses.
 O Lyon alinhou com os exportistas Cissokho e Lisandro López na equipa titular, en-quanto do lado benfiquista destacou-se a ausência do goleador Cardozo, lesionado, substituído por Alan Kardec, que foi o elemento mais adiantado.
 O avançado brasileiro desperdiçou, aos 14 minutos, com um remate frouxo de ca-beça, uma rara oportunidade construída pelo campeão português durante a primeira parte, mas o Lyon foi implacável na resposta pouco depois.

 Aos 21 minutos, o “velocista” Michel Bastos acertou no poste com um remate de fora da área e o contra-ataque do Benfica virou-se contra si próprio quando Carlos Martins perdeu a bola e Briand aproveitou a descompensação da defesa Lisboeta para inaugurar o marcador.
 O erro de Carlos Martins foi a imagem perfeita da desconcentração dos jogadores do Benfica e teve reedição, aos 43 minutos, quando Gaitán perdeu a bola e foi obrigado a cometer uma falta perigosa, que lhe valeu o segundo cartão amarelo e a consequente expulsão.
 Com menos um jogador, as debilidades do Benfica acentuaram-se na segunda parte perante as vagas de ataques dos franceses, que culminaram no merecido golo de Lisandro, aos 51 minutos.

 Roberto evitou o golo do ex-jogador do FC Porto no primeiro remate, mas o avançado argentino foi mais rápido do que o guarda-redes e o central Luisão e aumentou para 2-0, num lance que também começou com um remate de longe de Briand ao poste.
 O guarda-redes espanhol do Benfica revelou-se precioso na fase em que o Lyon procurou chegar à goleada, correspondendo com defesas notáveis às solicitações de Michel Bastos e Gourcuff, que pareceram resignar-se e, tal como os colegas, limitaram-se a controlar a vantagem até ao apito final.

FICHA DO JOGO:
 Encontro no Estádio Gerland, em Lyon (França).
Resultado:
 Lyon – Benfica: 2-0.
 Ao intervalo: 1-0.
 Marcadores:
 1-0, Briand, 21 minutos.
 2-0, Lisandro, 51.

Equipas:
Lyon: Lloris, Réveillère, Cris, Diakhaté, Cissokho, Gona-lons, Pjanic, Gourcuff (Kalls-trom, 71), Briand, Michel Bastos (Pied, 64) e Lisandro López (Gomis, 82).
Benfica: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Carlos Martins (Salvio, 77), Gaitán, Aimar (Jara, 71), Saviola (César Peixoto, 57) e Alan Kardec.
Árbitro: Alberto Mallenco (Espanha).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Gaitán (34 e 43), Carlos Martins (37), Ré-veillère (41), Javi Garcia (67). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Gaitán (43).