Benfica perde por 1-0 no reduto do Fenerbahçe

0
63
Benfica perde por 1-0 no reduto do Fenerbahçe

Um golo de Korkmaz, após um erro de Melgarejo, deixou  o Benfica em desvantagem nas meias-finais da Liga Europa de futebol, face ao Fenerbahçe (0-1), e acabou com uma série de 38 jogos sem perder dos "encarnados".

 No Estádio Sukru Saracoglu, no tal "inferno" de Istambul, o Benfica esteve longe das suas melhores exibições, mas, mesmo assim, regressa a Lisboa com um resultado que permite lutar pela nona fi-nal europeia da sua história.

 O defesa Korkmaz, aos 72 minutos, marcou o golo que dá vantagem ao Fenerbahçe no intervalo da eliminatória, num lance com muitas culpas para o paraguaio Melgarejo, mas depois de um canto inexistente.

 A vantagem dos turcos até podia, no entanto, ter sido maior, já que acertaram três vezes nos postes da baliza de Artur, incluindo uma grande penalidade falhada por Cristian Baroni, aos 45+2 minutos.

 O melhor que este "tímido" Benfica alcançou foi um rema-te ao poste de Gaitan, na segunda parte, numa altura em que extremo argentino já tinha rendido no "onze" o seu compatriota Pablo Aimar, que foi a grande surpresa de Jorge Jesus.

 Esta derrota pôs fim a uma série de 38 jogos do Benfica sem perder esta temporada, sendo que o último desaire tinha acontecido a 23 de Outubro do ano passado, no campo do Spartak Moscovo, para a Liga dos Campeões.

 Este foi também o primeiro jogo dos "encarnados" sem marcar fora na Liga Europa, mas que mesmo assim mantém a equipa portuguesa com possibilidade de alcançar a final de 15 de Maio, em Amesterdão.

 Mesmo com um barulho ensurdecedor, protagonizado pelos mais de 50 mil "fanáticos" que lotaram o Estádio Sukru Saracoglu, o Benfica até entrou melhor na partida e assustou por duas vezes o guarda-redes do Fenerbahce, por Salvio e Aimar.

 No lance do extremo argentino, Volkan teve mesmo que fazer a "mancha" para impedir que o Benfica chegasse à vantagem, depois de um grande passe de Cardozo, que isolou o seu colega de equipa.

 Contudo, o fulgor "encarnado" rapidamente se esmoreceu e os turcos aproveitaram para deixarem dois avisos junto da baliza de Artur, sempre pelo avançado Sow.

 Primeiro, o senegalês, muito activo na frente, atirou com perigo ao lado, e logo no minuto seguinte acertou mesmo na barra, com um cabeceamento que deixou o guardião do Benfica "pregado" ao relvado.

 Mesmo com o jogo equilibrado, a eliminatória podia ter ficado a pender para o Fenerbahce mesmo em cima do intervalo, quando Ola John derrubou desnecessariamente Gokhan Gonul na área, acabando por oferecer uma grande penalidade ao Fenerbahce e também a autoexcluir do jogo da segunda mão, por ter visto o amarelo.

 Para felicidade do holandês, e do Benfica, Cristian Baroni acertou com estrondo no poste direito e desperdiçou uma preciosa oportunidade para os turcos.

 Com não há duas sem três, logo no início da segunda parte, a formação de Istambul voltou a atingir o poste da baliza de Artur, desta vez pelo holandês Kuyt, numa altura em que Gaitan já tinha um apagado Aimar no Benfica.

 E foi mesmo o argentino que, poucos minutos depois (54), "imitou" o rival turco e enviou uma bola ao poste, num re-mate em jeito de fora da área.

 Depois da fase equilibrada, mas intensa, do jogo, com as duas equipas a arriscarem pouco mas a correrem muito, o Fenerbahce, já sem Meireles que saiu lesionado, chegou ao golo, num lance com muitas culpas para o paraguaio Melgarejo, aos 72 minutos.

 Na marcação de um canto (mal assinalado pelo árbitro da partida), o defesa sul-americano praticamente assistiu, com um corte completamente desastrado, Korkmaz, que só teve que encostar para a baliza de Artur.

 O golo turco apareceu numa altura em que o BenFica apareceu um pouco perdido em campo, sobretudo do meio-campo para a frente, resultado da entrada em campo do Rodrigo.

 A aposta de Jesus em colocar em campo o espanhol, que ocupou o lugar de apoio a Cardozo, rumando Gaitan para uma das alas, acabou por sair "furada" e resultou na desorganização da equipa.

 Ficou tudo adiado para a elIminatória no Estádio da Luz

 

*FICHA DO ENCONTRO:

 

Jogo no Estádio Sukru Sa-raçoglu, em Istambul, Tur-quia.

 Resultado: Fenerbahçe – Benfica, 1-0.

 Ao intervalo: 0-0.

 Marcador: 1-0, Egemen Korkmaz, 71 minutos.

 Equipas: Fenerbahçe: Volkan Demirel, Gokhan Gonul, Joseph Yobo, Egemen Korkmaz, Reto Ziegler, Raul Meireles (Salih Uçan, 64), Mehmet Topal, Cristian Baroni (Selçuk Sahin, 86), Dirk Kuyt, Moussa Sow (Milos Krasic, 87) e Pierre Webo.

 Treinador: Aykut Kocaman.

 Benfica: Artur, Maxi Pereira, Garay, Jardel, Melgarejo, Matic, André Gomes (Carlos Martins, 81), Ola John (Rodrigo, 64), Salvio, Aimar (Gaitan, 46) e Cardozo.

 Treinador: Jorge Jesus.

 Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia).

 Acção disciplinar: Cartão amarelo para André Gomes (31), Aimar (37), Cristian Baroni (37), Maxi Pereira (41), Ola John (45+1), Mehmet Topal (50) e Pierre Webo (90).

Assistência: Cerca de 54.000 espectadores.