Benfica goleou Gil Vicente e fica a dois triunfos do ‘bis’

0
61
Benfica goleou Gil Vicente e fica a dois triunfos do 'bis'

O Benfica deu sábado um passo ‘gigantesco’ rumo a um ‘bis’ que lhe foge desde 1983/84, ao golear fora o Gil Vicente por 5-0 e colocar-se a duas vitórias de conquistar a I Liga de futebol.

 A três rondas do fim, os comandados de Jorge Jesus recebem Penafiel e Marítimo e, pelo meio, deslocam-se a Guimarães.

 Numa ronda em que o Sporting garantiu, no mínimo, o ‘play-off’ da ‘Champions’, ao vencer em casa o Nacional por 2-0, o Benfica ultrapassou um dos seus principais obstáculos na luta pela revalidação do título.

 Em Barcelos, onde empatara a um na época passada, com o paraguaio Cardozo a falhar um penálti sobre o fim, os ‘encarnados’ não deram hipóteses, conseguindo uma vantagem de dois golos na primeira metade da etapa inicial.

 O uruguaio Maxi Pereira, aos 15 minutos, depois de uma assistência do sérvio Miralem Sulejmani, grande surpresa no ‘onze’ de Jesus, e o brasileiro Jonas, aos 22, para igualar os 17 do ‘dragão’ Jackson Martinez, marcaram os dois tentos.

 O argentino Gaitán fez a assistência para o golo do ex-Valência, mas acabou substituído aos 43 minutos, aparentemente devido a um problema muscular. Entrou Fejsa, com Pizzi a rumar à direita e Sulejmani a derivar para a esquerda.

Logo no início da segunda metade, aos 46 minutos, o ‘capitão’ Luisão sentenciou, de cabeça, após canto de Pizzi, e a goleada ganhou forma aos 59, com novo cabeceamento certeiro, agora de Lima, servido por Jonas.

 O quinto e último golo apareceu aos 69 minutos e va-leu um inesperado ‘bis’ a Maxi Pereira: com o 5-0, o Benfica, que venceu 12 de 16 jogos fora, tem, à condição, mais seis pontos e mais 11 golos do que o FC Porto.

 Se os ‘encarnados’ ficaram mais perto do título, o Sporting garantiu o terceiro posto, ao vencer em casa o Nacional por 2-0, com dois tentos do colombiano Fredy Montero, que já havia ‘bisado’ na última ronda, no 4-1 em Moreira de Cónegos.

Montero inaugurou o marcador aos 56 minutos, depois de uma assistência de Carrillo e com a ‘ajuda’ do guarda-redes Gottardi, e fechou a contagem já aos 90+3, na recarga a um primeiro remate de Carlos Mané.

 O Sporting passou a contar 69 pontos e já não pode ser alcançado pelo quarto colocado, o Sporting de Braga, o seu adversário na final da Taça de Portugal, que soma 54 e só joga hoje, segunda-feira, em Paços de Ferreira.

 Os ‘leões’ estão, momentaneamente, a três pontos do FC Porto, mas dificilmente poderão subir na tabela (os ‘dragões’ têm de perder mais quatro pontos), sendo que, matematicamente, até podem ser campeões (seguem a nove pontos do Benfica).

 A ronda abriu na sexta-feira, com o triunfo por 2-0 do Vitória de Guimarães na recepção ao Estoril-Praia, com dois golos de Ricardo Valente, que reforçam o quinto posto dos minhotos, quase certos na Liga Europa 2015/16.

 A jornada prosseguiu ontem, domingo, dia em que o FC Porto venceu em Setúbal por 2-0, continuando na corrida ao título, e fecha hoje, com as recepções de Belenenses e Paços de Ferreira a Rio Ave e Sporting de Bra-ga, respectivamente.