Benfica goleia em Tondela e mantém distância para o Sporting

0
155

O Benfica goleou ontem em casa do Tondela por 5-1, em jogo da 15.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que permite aos ‘encarnados’ continuarem a três pontos do Sporting.

  Dois golos de Pizzi (17 e 45+1), os seus primeiros da temporada no campeonato, um de Salvio (26) e dois de Jonas (60 e 75), que permite ao avançado brasileiro destacar-se na lista dos melhores marcadores com 18, ditaram a goleada ‘encarnada’, enquanto Tyler Boyd (75) apontou o tento de ‘honra’ dos tondelenses.

  A vitória permite ao Benfica alcançar o FC Porto no segundo lugar, ambos com 36 pontos – os ‘dragões’ apenas jogam hoje, segunda-feira, na recepção ao Marítimo -, ficando ambos a três pontos do Sporting, que ontem recebeu e venceu o Portimonense por 2-0, enquanto o Tondela é 12.º com 15 pontos.

  No sábado, o Sporting de Braga regressou às vitórias, com 4-0 ao Belenenses, depois do ‘tropeção’ na jornada anterior da I Liga de futebol, quando perdeu com o Marítimo, na deslocação à Madeira.

  A 15.ª jornada do campeonato português ficou também marcada pelo triunfo do Estoril, com 3-2 na recepção ao Desportivo das Aves, o que permite aos ‘canarinhos’ deixar a zona de despromoção.

  Em Braga, os ‘arsenalistas’ foram claramente superiores ao Belenenses e ganharam por 4-0, com golos de Fábio Martins, aos 37, Dyego Sousa, aos 56, Raul Silva, aos 88 e Hassan aos 90+5. Regressam assim às vitórias, e à perseguição do terceiro lugar do Benfica, depois do percalço de segunda-feira.

  No fundo da tabela também houve mexidas, com a ‘chicotada psicológica’ feita no Estoril, com a entrada de Ivo Vieira, a render efeitos. Passados 501 minutos de jogo, os estorilistas voltaram a marcar no António Coimbra da Mota, e fizeram-no logo por três vezes. Foi uma ‘seca’ goleadora de quatro meses, que ainda assim quase não chegava para a vitória, já que o desfecho foi tangencial.

 Lucas Evangelista adiantou o Estoril, aos 42, e Paulo Machado empatou aos 45. Para gáudio do seu público, os anfitriões marcaram por mais duas vezes, aos 51, através de Al-lano, e aos 67, por Kléber, antes de Paulo Machado bisar, aos 90+3.

  O Aves continua em 13.º, com 13 pontos, mais dois do que o Estoril, que subiu a 16.º.