Benfica e Gil Vicente na final da Taça da Liga

0
51
Benfica e Gil Vicente na final da Taça da Liga

O Benfica apurou-se para a final da Taça da Liga após vencer o FC Porto por 3-2.  Excelente primeira parte na Luz, recheada de golos e oportunidades de golo. O Benfica começou praticamente a ganhar com um golo de Maxi Pereira logo aos 4 minutos.

No entanto, o FC Porto reagiu da melhor maneira e Lucho (com a ajuda de Javi) e Mangala (numa grande cabeçada) deram a volta ao resultado. O FC Porto tranquilizou-se no jogo, Hulk e Alex Sandro continuaram a chegar com relativa facilidade à área contrária mas, a partir da meia hora, o Benfica voltou a acordar para o jogo e começou o tiro aos ferros por parte da equipa encarnada.
  Aos 34 minutos, Luisão conseguiu a proeza de acertar na barra e no poste na mesma jo-gada e três minutos mais tarde foi a vez de Aimar acertar no poste na sequência de um livre. A força atacante dos encarnados acabou por ser recompensada com um golo de Nolito, aos 43 minutos, a levar o jogo empatado para o intervalo.
  A segunda parte não chegou nem perto à qualidade da primeira. O jogo foi muito mais morno e as equipas mais calculistas. Fez a diferença as substituições do Benfica. Gaitán e Cardozo entraram muito bem no jogo e foi o paraguaio a resolver o clássico, aos 77 minutos, com um golo revelador da enorme confiança do paraguaio que, isolado, preferiu atirar de fora da área para o terceiro do Benfica. Um golo que vale a presença do Benfica na final da Taça da Liga.

* Gil Vicente derrotou o Sp de Braga  nas grandes penalidades

  Sangue, suor e lágrimas em Barcelos. Apuramento dra-mático do Gil Vicente para a final da Taça da Liga. História escrita com o pé direito de Júnior Caiçara, em dois actos. Golo milagroso a um minuto do fim. Penalty decisivo convertido. Pelo meio, guarda-redes em destaque. Mal Quim, heróico Adriano, que parou os penalties de Hélder Barbosa e Ukra. Gil na final.
  Inédito. Barcelos tem nova noite de festa, nem um ano depois do regresso aos grandes palcos. Não foi fácil encontrar o adversário do Benfica, mas o Gil acreditou sempre, diga-se. Tinha pela frente o jogo mais importante da história do clube e mostrou crença em escrevê-la com letras douradas.
  Muita fé, muito pulmão. Não foi um novo rico, espantado com a presença em jogo tão importante. Foi um operário ciente da possibilidade que tinha à frente. Ten-tou agarrá-la com unhas e dentes. Mereceu os penalties, mesmo que tenha falhado qualquer coisa, sobretudo na parte final da primeira metade. Mereceu a festa.

* Final entre Benfica e Gil Vicente será disputada às 21:45 de 14 de Abril

  A final da Taça da Liga, entre o Benfica e o Gil Vicente, será disputada às 21:45 de 14 de Abril, sábado, no Estádio Municipal de Coimbra, informou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
  O organismo revelou ainda os preços dos ingressos para espectadores, com valores entre os 15 e os 25 euros, que serão colocados à venda pelos clubes a partir de hoje, segunda-feira.