Benfica e FC Porto podem selar esta semana ‘oitavos’ da Liga dos Campeões

0
51
sport

O Benfica e o FC Porto podem selar na quinta jornada da fase de grupos um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, enquanto o Sporting recebe o Real Madrid e Cristiano Ronaldo.

  Depois de ascenderem ao segundo posto dos respectivos grupos na quarta ronda, os ‘encarnados’ qualificam-se com um triunfo no reduto do Besiktas e os ‘azuis e brancos’ garantem um lugar na fase seguinte se vencerem fora o FC Copenhaga.

  Por seu lado, e num agrupamento já com o Borussia Dortmund qualificado, os ‘leões’ estão obrigados a bater em casa os campeões europeus em título para se manterem na corrida, numa altura em que ainda têm a Liga Europa em risco, ao contrário de FC Porto e Benfica, que já a garantiram.

  Mesmo com poucas possibilidades de seguir em frente, já que aos ‘merengues’ bastará sempre vencer em casa os alemães na última ronda, o Sporting, que pas-seou na Taça face ao ‘terciário’ Praiense (5-1), tem pela frente terça-feira o jogo ‘grande’, entre os lusos, ao receber os campeões em título.

  Depois de ter liderado no Bernabéu quase até final, para acabar derrotado por 2-1, na estreia no Grupo F, o ‘onze’ de Jorge Jesus precisa de repetir o que conseguiu até aos 88 minutos, altura em que ainda vencia por 1-0.

  Produto da ‘cantera’ do Sporting, Ronaldo, que empatou em Madrid de livre direto, é a grande arma dos ‘merengues’ e a maior de cabeça para os ‘leões’, face aos quais tem o ‘vício’ de marcar. Está, ainda por cima, em alta, após o histórico ‘hat-trick’ ao Atlético de Madrid (0-3), no dérbi do Calderón.

  O facto de a formação espanhola não ter selado o apuramento é mais um problema para a equipa lusa, sendo, porém, preciso lembrar que a equipa em que também actuam Pepe e Fábio Coentrão ainda não soma vitórias fora, tendo empatado nos redutos de Borussia Dortmund (2-2) e Legia Varsóvia (3-3).

  Quanto ao Sporting, ainda não somou qualquer igualdade em casa no Grupo F, pois venceu os polacos por 2-0 e perdeu por 1-0 com os germânicos.

  No outro encontro do agrupamento, os ‘leões’ esperam que, mesmo apurado, o ‘onze’ de Thomas Tuchel vença em casa o Legia, já que um triunfo dos polacos, junto a um triunfo dos ‘merengues’, atirava o Sporting para o último lugar.

  Se vencer, o conjunto ‘leonino’ fica a dois pontos dos ‘merengues’, pelo que precisaria de ganhar na Polónia, na sexta jornada, e esperar que os ‘merengues’ não batessem em casa os alemães.

  Também na terça-feira, o FC Porto, ‘traumatizado’ pelo prematuro adeus à Taça, nos penáltis, em Cha-ves, joga em Copenhaga à procura do triunfo que o coloque nos oitavos de final, mas sabendo também que o empate é um resultado positivo, pois mantém a equipa portista no segundo posto do Grupo G.

  Em caso de igualdade, o ‘onze’ de Nuno Espírito Santo só ganha vantagem no confronto direto se marcar mais do que um golo, face ao empate 1-1 no Dragão, na estreia.

  As contas portistas podem, porém, complicar-se, não com um ‘nulo’, mas com um desaire, pois os dinamarqueses ascenderiam ao segundo lugar, um ponto à frente dos portistas, para na última ronda fecharem na casa do Club Brugge. O FC Porto encerra no Dragão, perante os campeões ingleses.

  Os belgas, uma das duas equipas entre as 32 participantes na fase de grupos ainda sem pontos – a outra é o Dinamo de Zagreb -, jogam primeiro no reduto do estreante Leicester, que, tudo, indica, vai selar o apuramento sem dificuldades.

  Na quarta-feira, pelas 17:45, o Benfica, moralizado pelos expressivos 6-0 ao Marítimo, a maior goleada da época, joga frente ao Besiktas, no ‘inferno’ turco, o ‘passaporte’ para os oitavos de final, ao alcance de uma vitória, que os ‘encarnados’ falharam na Luz (1-1) já nos descontos.

  Um livre directo de Talisca, jogador emprestado pelas ‘águias’, aos 90+3 minutos, impediu a vitória do conjunto de Rui Vitória, cenário que não se poderá repetir em Istambul, já que o brasileiro está lesionado.

  A exemplo do panorama que se depara aos ‘azuis e brancos’, também aos ‘encarnados’ o empate na casa de Ricardo Quaresma serve, pois vale a manutenção do segundo posto.

  Neste caso, o Benfica teria de o defender na recepção ao Nápoles, a fechar, numa sexta jornada em que o Besiktas visita o Dinamo de Kiev, que, então, deverá estar já condenado a ser último do Grupo B, pois o próximo compromisso é em Nápoles.

  Caso vençam, os transalpinos podem garantir, desde já, o apuramento, o que só não acontecerá se os turcos também vencerem.

  O Besiktas ficaria, então, com nove pontos, contra 10 do Nápoles e sete do Benfica, que seria obrigado a vencer os italianos, sendo que o teria de fazer por 2-0, 3-1 ou três ou mais golos de diferença se os turcos não perdessem em Kiev.