Benfica cede empate na Luz frente ao Basileia e adia a qualificação

0
101
Benfica cede empate na Luz frente ao Basileia e adia a qualificação

O Benfica cedeu um empate caseiro frente ao Basileia a uma bola. Os encarnados entraram melhor e chegaram ao golo através de um grande remate Rodrigo logo aos 4 minutos. O Basileia que esteve grande parte da partida em desvantagem empatou aos 64 minutos pelo “capitão” Huggel. Com este resultado a formação da Luz desce à 2ª posição do grupo. Esta partida foi referente à 4ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.

 O avançado hispano-brasileiro Rodrigo voltou a marcar, após o "bis" diante do Olhanense, logo aos quatro minutos, mas os visitantes chegaram ao empate, mais consentido do que procurado, por intermédio de Huggel, aos 64, gorando-se o inédito apuramento dos lisboetas para os oitavos de final da "liga milionária", além da garantia de ultrapassar os 15 milhões de euros em receitas directas.
Os "encarnados", ainda assim com 18 jogos invictos esta época, viram-se com os mesmos oito pontos que os ingleses do Manchester United, lideram com melhor diferença de golos, seguindo os helvéticos três pontos atrasados, enquanto os romenos do Otelul Galati seguram a "lanterna vermelha", sem pontos.

O Benfica, sem o médio espanhol Javi Garcia, ainda lesionado, nem o defesa lateral esquerdo Emerson – suspenso, tal como o treinador, Jorge Jesus -, estreou o vice-campeão mundial sub-20 Luís Martins, "certinho" até ser substituído, aos 63 minutos, um minuto antes do golo adversário.
 No ataque, o também jovem Rodrigo mostrou grande empenho e capacidade física, apoiado pelo argentino Pablo Aimar, e logo no primeiro minuto ambos deixaram sério aviso ao guarda-redes suíço Sommer, quando, numa combinação, o argentino endossou para Rodrigo, que atirou para uma excelente defesa de Sommer.
Três minutos depois, aos quatro, Luisão ganhou a bola de cabeça num pontapé de canto e Rodrigo não enjeitou nova oportunidade, inaugurando o marcador com um remate cruzado ao ângulo superior esquerdo – o seu terceiro golo em 94 minutos de competição.
O encontro foi-se disputando quase exclusivamente no meio campo do FC Basileia, sem soluções para contrariar a forte pressão das "águias". Os lançamentos longos dos visitantes foram infrutíferos e só perto do intervalo houve "calafrios" perto das redes de Artur, quando o avançado Zoua se afastou dos centrais do Benfica e correspondeu às solicitações dos colegas.
Na segunda parte, o conjunto suíço aproveitou um período de menor fulgor físico dos "encarnados", algo relaxados com a vantagem, e passou a recorrer mais às faixas laterais.

Aos 64, num rápido contra-ataque, o australiano Chipperfield ganhou a linha do lado esquerdo e cruzou para a entrada, sem oposição, de Huggel, que rematou forte e rasteiro para o empate.
Rodrigo podia ter recolocado os anfitriões em vantagem logo a seguir, mas atirou às malhas laterais, já depois de ter ultrapassado o guardião helvético.
Mesmo com o paraguaio Cardozo e o espanhol Nolito perto de Rodrigo, o jogo ficara irremediavelmente "partido" e o Benfica nunca mais conseguiu ser a equipa organizada e rápida que lhe valera o controlo da partida na primeira parte.Benfica cede empate ante o Basileia (1-1) e adia a qualificação
O Benfica cedeu um empate caseiro frente ao Basileia a uma bola. Os encarnados entraram melhor e chegaram ao golo através de um grande remate Rodrigo logo aos 4 minutos. O Basileia que esteve grande parte da partida em desvantagem empatou aos 64 minutos pelo “capitão” Huggel. Com este resultado a formação da Luz desce à 2ª posição do grupo. Esta partida foi referente à 4ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.