Benfica carimba passagem às meias-finais da Taça com goleada sobre Académica

0
114
Benfica

O Benfica "carimbou" a passagem às meias-finais da Taça de Portugal em futebol, ao golear (4-0) a Académica, em Coimbra, jogo em que os detentores do troféu não tiveram argumentos para travar o ataque "encarnado".

 O avançado brasileiro Lima bisou aos nove e 27 minutos, numa partida em que Olá John inaugurou o marcador, aos cinco minutos, e Salvio fechou a contagem, aos 71.

 A equipa de Jorge Jesus entrou muito forte na partida e, logo aos dois minutos, Car-dozo poderia ter inaugurado o marcador, mas o remate foi desviado pelo defesa João Dias para o poste da baliza da "Briosa".

 O médio holandês Olá John abriu o activo aos cinco minutos num remate forte, sem hi-pótese de defesa para Peiser, na sequência de um passe atrasado de Lima, que, quatro minutos depois, aumentou a vantagem, na sequência de um pontapé de canto.

 Os "estudantes" reagiram e passaram a jogar mais no meio campo visitante e, aos 16 minutos, Marinho conseguiu isolar Makelele, que se atrapalhou com a bola, permi-tindo o corte da defesa "encarnada".

 O avançado brasileiro Lima bisou aos 27 minutos, num chapéu a Peiser, que ainda toca a bola com a mão, a culminar mais uma jogada de ataque do ataque benfiquista.

 No minuto seguinte, Marinho apareceu a cruzar na direita, mas Makelele chegou adiantado, perdendo a hipótese de reduzir para a Académica.

 Antes do intervalo, Óscar Cardoso esteve perto de aumentar a vantagem, mas o guarda-redes Peiser defen-deu com a perna para canto.

 No segundo tempo, a Académica entrou com vontade de alterar o rumo dos acontecimentos e, aos 57 minutos, João Real, com um forte pontapé à entrada da área, proporcionou uma excelente defesa a Artur.

 Passados os minutos iniciais, o Benfica voltou a dominar o jogo e a chegar com perigo ao último reduto da "Briosa".

 Salvio fechou a contagem aos 71 minutos, numa excelente jogada individual, em que fintou dois adversário e atirou de pé esquerdo à entrada da área, apontado o quarto golo.

 Até final, o Benfica, que nas meias-finais vai defrontar o Paços de Ferreira, dispôs ainda de várias oportunidades para dilatar o marcador, mas os seus avançados falharam.