Benefícios financeiros e fiscais ao investimento em Portugal apresentados pela CCILSA

0
58
Benefícios financeiros e fiscais ao investimento em Portugal apresentados pela CCILSA

A Câmara de Comércio e Industria Luso-Sul-Africana, na quarta-feira 10 de Maio, levou a efeito na sede do Mercantile Bank em Sandton, uma sessão de esclarecimento sobre os benefícios financeiros e fiscais ao investimento em Portugal. Estiveram 14 pessoas presentes na tarde para assistir às apresentações.

 A primeira pessoa a falar foi Sérgio Espadas, que reiterou os pontos de disponibilidade e abertura do gabinete da AICEP na Embaixada de Portugal a todos os interessados.

 Muito à semelhança de acções levadas a cabo pela SAPCC e pela própria CCILSA no ano passado, a sessão foi um reforçar dos pontos já frisados anteriormente.

 O Portugal 2020 é um fundo monetário europeu para investimentos em Portugal, está disponível para todos, emigrantes portugueses ou não, que queiram montar empresas, investir ou fazer parceria comercial no país. Há regiões, como a zona franca da Madeira, onde o cofinanciamento chega aos 85% do valor do projecto. Alguns dos fundos, sem necessidade de serem repagos às entidades.

 Jorge Cravo, da CCILSA, na sua  apresentação mostrou como é que os interessados podem beneficiar e quais os objectivos do Portugal 2020. Este projecto existe para estimular bens e serviços no país, o  reforço do investimento na educação e formação, combate à exclusão social e a baixa de emissões de dióxido de carbono.

 A par disso, engloba o desenvolvimento agrário e florestal e a reforma do Estado.

 Portugal terá, até 2020, cerca de 25 biliões de euros injectados na sua economia com vista a cumprir estes objectivos. Ajuda o Portugal 2020, em termos de benefícios, na entrada de mercado dos investidores, serve como um trampolim para a Europa. Na consolidação de operações e no acesso a novos mercados.

 Por fim, Alberto Soares da empresa TGS Portugal, falou na sua apresentação do acordo de dupla tributação, do visto golden e de todos os benefícios de residente não fiscal em Portugal. A forma, como os empresários portugueses, residentes no estrangeiro podem e devem beneficiar dos incentivos fiscais e financeiros que Portugal oferece.

 No fim, não foram postas questões e a sessão foi encerrada.