Barril de petróleo venezuelano desvalorizou 8,3% cotando-se em 31,24 dólares

0
52
Barril de petróleo venezuelano desvalorizou 8,3% cotando-se em 31,24 dólares

O preço do barril de petróleo venezuelano perdeu 8,3% do seu valor, na última semana, caindo de 33,83 para 31,24 dólares norte-americanos, segundo dados divulgados pelo Ministério do Petróleo da Venezuela (MPV).

 "A persistente preocupação pelo excesso de oferta global, assim como o fortalecimento do dólar face a outras divisas (moedas estrangeiras) foram os principais fatores que se conjugaram para exercer pressão nos preços do crude durante a presente semana", explica o relatório semanal do MPV.

 Os dados divulgados dão conta de que o preço do barril de petróleo venezuelano caiu 21% num mês, atingindo o valor mais baixo desde 2008, altura em que, na semana de 22 a 26 de Dezembro, caiu para 28,2 dólares, influenciado pela crise financeira mun-dial.

 Pelo menos 96% das receitas da Venezuela têm como base as exportações petrolíferas, cuja descida de preço tem causado uma crise na economia da Venezuela, que de-pende em grande parte das importações de alimentos e onde nos últimos meses se acentuou a escassez de produtos básicos e medicamentos.

 O Orçamento de Estado da Venezuela para 2016 está elaborado com base em 40 dólares o barril, valor inferior ao de 2015 que foi feito com base num barril de petróleo a 60 dólares.

 O Governo venezuelano in-siste que o barril de petróleo deveria estar a pelo menos 70 dólares.

Dados não oficiais dão conta de que a Venezuela terminará 2015 com uma inflação acumulada de mais de 200%.

 A aliança da oposição Mesa de Unidade Democrática obteve, nas eleições a primei-ra vitória em 16 anos, conseguindo 112 dos 167 lugares do parlamento, uma maioria de dois terços que lhe confere amplos poderes e marca uma viragem histórica contra o ‘chavismo’, beneficiando do descontentamento popular relativamente à grave crise eco-nómica no país, um dos principais produtores e exportadores de petróleo do mundo.