Bank of China quer apoiar a Europa e Portugal a ultrapassar a crise

0
41
Bank of China quer apoiar a Europa e Portugal a ultrapassar a crise

O presidente do Bank of China prometeu em Lisboa o em-penho da instituição em apoiar a Europa e Portugal a ultrapassar a crise, sublinhando que o banco “vai continuar a seguir uma tendência” de aposta na Europa.

 Perante membros do Governo português, os principais banqueiros e gestores nacionais, o presidente do Bank of China, Tian Guoli, anunciou em Lisboa que a presença do banco em Portugal representa uma viragem da China para a Europa, depois de anteriormente ter definido como mercados prioritários Estados Unidos e Japão.

 “Os investidores chineses olharam durante a última década para os Estados Unidos e Japão, mas agora é a vez de haver mais cooperação com a Europa, nomeadamen-te com Portugal e países do Sul”, disse Tian Guoli, na cerimónia de abertura da sucursal do Bank of China em Portugal, realizada no Centro Cultural de Belém.

 O Bank of China abriu oficialmente a sua sucursal em Portugal depois de estar envolvido no financiamento às privatizações da EDP e da REN e de ter realizado já empréstimos a estas empresas.

 Já o embaixador da China em Portugal, Huang Songfu, afirmou que a vinda do Bank of China para Lisboa “é um sinal de confiança dos chineses nos portugueses”, sabendo que “o povo português poderá superar as dificuldades eco-nómicas e sociais”.

 Huang Songfu adiantou que Portugal “tem boas infraestruturas, mão de obra qualificada e boas relações com o exterior” e que tal só fortifica a sua confiança “no futuro de Portugal”.