Banco de Moçambique orienta política monetária para crescimento económico de 5,5% em 2017

0
113
Banco de Moçambique orienta política monetária para crescimento económico de 5,5% em 2017

O Banco de Moçambique vai orientar a política monetária ao longo de 2017 numa direcção que permita salvaguardar os objectivos da estabilidade macroeconómica e financeira e garantir um crescimento económico de 5,5% e uma ta-xa de inflação que não exceda 14%, afirmou o governador na Matola.

 Rogério Zandamela disse que, além de coordenar a política monetária e fiscal, o banco central irá continuar a fazer “tudo o que nos compete para a retoma do programa com o Fundo Monetário Internacional (FMI), condição para o retorno dos fluxos de capital bilateral, multilateral e privado.”

 No decurso da 41.ª reunião do Conselho Consultivo do banco, o governador adiantou que o banco continuará atento e vigilante à evolução do sector financeiro, reforçando a supervisão prudencial através de inspecções tanto internas como externas.

 Segundo o governador, citado pela agência noticiosa AIM, foi na sequência desse objectivo que o BM instruiu as instituições de crédito para, a partir de Março próximo, passarem a publicar, com periodicidade trimestral, informação sobre os respectivos níveis de solvabilidade e de liquidez.

 O 41º Conselho Consultivo do banco, entre várias matérias, apreciou assuntos de interesse relevante para as actividades do banco e para a economia nacional, questões organizacionais e de funcionamento do banco bem como fazer o balanço das actividades e programar acções futuras, entre outros temas.