Banco Central da África do Sul eleva juros para 5,75%

0
116
Banco Central da África do Sul eleva juros para 5,75%

O Banco da Reserva da África do Sul elevou na quinta-feira a taxa básica de juros para 5,75%, de 5,50%, depois de as preocupações com a inflação colocarem em segundo plano a necessidade de suporte à frágil economia do país. A última elevação dos juros havia sido feita em Janeiro, quando o banco central prometeu que levaria a taxa para mais perto da observada noutros países emergentes.

 "Qualquer movimento futuro será gradual e altamente dependente de dados", afirmou Gill Marcus, presidente do Reserve Bank. Os bancos centrais de países emergentes elevaram os juros repetidas vezes neste ano para manter o interesse dos investidores nas suas moedas e taxas enquanto o Federal Reserve reduz gradualmente seu programa de compra de activos nos EUA.

 Os investidores esperam que a redução dos estímulos nos Estados Unidos eventualmente provoque alta nos juros dos Treasuries norte-americanos, tornando as apostas em activos mais arriscadas e menos atractivas.

No entanto, o Banco Central sul-africano enfrenta uma situação difícil, pois a economia sul-africana está a enfraquecer. Marcus afirmou, após a decisão de quinta-feira, que o Produto Interno Bruto (PIB) do país provavelmente vai crescer 1,7% este ano, meio ponto porcentual menos que a previsão anterior do banco central e abaixo do crescimento de 1,9% registado no ano passado.

"Os números não são bons", disse Marcus. Contudo, observou que "essa perspectiva de crescimento fraco não é algo que a política monetária possa melhorar". Segundo Marcus, o agravamento dos juros foi necessário para conter a inflação, que deverá ficar em média em 6,3% ao ano em 2014, acima do tecto de 6,0% que era a a meta do banco central.