Banca angolana registou desempenho notável em 2007

0
74
Banca - Angola

Banca - AngolaO sector financeiro angolano registou um "desempenho notável" em 2007 e deverá continuar a crescer nos próximos anos, impulsionado pela actividade económica e beneficiando da esperada abertura do mercado de capitais, de acordo com a consultora Deloitte.

Num estudo intitulado "Banca em Análise – Angola 2008", a Deloitte refere que o sector "continua a dar provas de forte dinamismo, reforçando o seu peso na economia" e, mesmo tendo crescido menos rapidamente do que em 2006, "assistiu-se a um desempenho notável, que se poderá manter nos próximos anos, dado o crescimento do PIB projectado para 2008 (16 por cento) e 2009 (13 por cento) e as oportunidades que surgirão com o desenvolvimento de um mercado de capitais em  Angola".

O crescimento dos depósitos em 2007 (45,4 por cento) foi inferior ao de 2006 (70,1 por cento), tal como o do crédito, que abrandou de 102,7 por cento para 82,8 por cento.  Os dados da consultora dão  ainda conta de um crescimento  forte da presença dos cinco  maiores bancos angolanos  (Africano de Investimentos, Fomento Angola, Poupança e Crédito, Espírito Santo Angola  e BIC), que já contam com  138 novos balcões, "resultado  da maior intensidade competitiva  na procura de alargar rapidamente  a base de clientes  e oferecer melhores níveis  de serviço aos actuais".

O mercado de capitais é considerado pela consultora como importante para melhorar a gestão de activos, nomeadamente reduzindo a ainda significativa expressão dos não-remunerados, como caixas  e disponibilidade.Touche Tohmatsu.