Azuis do Restelo voltam às vitórias e ajustam contas com os bracarenses

0
120
Azuis do Restelo voltam às vitórias e ajustam contas com os bracarenses

Dez jogos depois, o Belenenses regressou às vitórias no campeonato (2-1) e ajustou contas com o Sp. Braga, que lhe impôs uma goleada (5-0) no passado fim de semana, para a Taça da Liga. Na segunda parte, os azuis do Restelo libertaram-se dos fantasmas do passado e conseguiram ainda regressar aos golos – já não marcavam há exatamente três meses.

 A primeira parte jogou-se a um ritmo lento e sem que se arriscasse muito. Houve algumas boas jogadas, mas também muitos passes falhados. O encontro esteve muito concentrado no centro do terreno, com ambas as equipas a apresentarem dificuldades a sair para o ataque de forma sustentada.

 O Sp. Braga esteve melhor, mas sem ser eficaz.

 Os homens da casa adoptaram uma postura mais defensiva, talvez por ainda terem na memória a goleada sofrida em Braga.

 Aos 14 minutos, a equipa da casa atacou pela direita. O cruzamento largo seria para Roland Linz, que foi agarrado na área por Miljkovic. Ficou por assinalar um penálti.

 O Belenenses tentou chegar à baliza de Eduardo, sobretudo, através de lances de bola parada. Teve mais cantos, mas não soube aproveitá-los. Os bracarenses estiveram mais perto do golo, através de Rafa, Sasso, Rusescu e Duarte Machado.

 Curiosamente, a melhor chance dos visitantes saiu de um cabeceamento do lateral do Belenenses, que quase fez autogolo, aos 31 minutos.

 O Belenenses entrou melhor na segunda parte. O Sp. Braga mostrou dificuldades em sair para o ataque.

 Aos 51 minutos, chegou o golo de Miguel Rosa, depois de assistência de Rambé. Joãozinho não conseguiu travar travar o camisola 70 do Belenenses, que fez o seu quarto golo.

 Três minutos depois, o Sp. Braga tentou o empate, com Rafa Silva a colocar em Alan, que atirou por cima.

 O jogo estava melhor, mais mexido. A entrada de Rambé mexeu com o jogo do Belenenses, que ficou mais rápido na saída para o ataque. Os bracarenses tentaram responder, mas foi a equipa da casa que voltou a festejar, aos 58 minutos.

 João Pedro, recém entrado no encontro, cruzou para Filipe Ferreira. O 20 do Belenenses dominou a bola, voltou-se e atirou certeiro. Grande golo do jogador da casa.

O golo bracarense chegou aos 68 minutos. Um golaço de Alan! Um daqueles golos que levanta o estádio, não olhando para as cores da camisola. O brasileiro rematou do limite da grande roda no meio-campo.

 O Sp. Braga demorou a reagir à vantagem do Belenenses, mas acabou por acordar e podia ter empatado.

A segunda parte foi bem melhor que a primeira. O jogo valeu, sobretudo, pelos segundos 45 minutos e pela qualidade dos golos marcados.

 O Belenenses soma agora três vitórias no campeonato, todas garantidas em casa. Já o bracarenses não vencem fora, para a Liga, desde 20 de Setembro.