Associação de Combate ao Cancro na África do Sul investiu 6 milhões de randes em pesquisa científica

0
55
Associação de Combate ao Cancro na África do Sul investiu 6 milhões de randes em pesquisa científica durante o ano de 2011

A Associação do Combate ao Cancro na África do Sul (CANSA) começou 2012 em estilo celebrando o seu 80º. aniversário levado a efeito no Scarlet Ribbon em Edenvale, Joanesburgo, a 28 de Janeiro. A efe-méride ocorreu uma semana antes do Dia Mundial do Cancro, a 4 de Fevereiro.

O deputado luso-sul-africano Manny de Freitas, “chairman” da Cansa na Província de Gauteng disse que o evento foi um marco especial já que “olhamos para o passado da nossa história mas também vimos a perspectiva de futuro  e os planos que temos para a Associação”.
Manny de Freitas destacou para “O Século” algumas iniciativas de sucesso em 2011:

* Foram investidos 6 milhões de randes na pesquisa de cancro
* Foram apoiados 13.300 doentes de cancro por intermédio de 261 grupos de suporte e os 2.300 assistentes de saúde treinados
* Foram acolhidos 1.800 doentes de cancro nas 13 pousadas de assistência da Cansa, onde lhes foram servidas 202.000 refeições mensais durante a estadia combinada com 101.000 enfermos que ali passaram a noite
* Foram visitados e apoiados cerca de 48.500 doentes, que recebem tratamento contra o cancro em clínicas oncológicas
* Foi providenciada assistência especializada a mais de 5.000 enfermos “stoma patients” e 40 “lymphoedema patients” mensalmente.
* Foram apoiadas pessoas afectadas por cancro através de aconselhamento a 23.500 enfermos, e foram emprestados equipamentos a 3.300 pessoas.
* Foi feita a distribuição de 803.000 panfletos informativos e educacionais bem como 10.700 cartazes em quatro línguas durante a nossa campanha de sensibilização pública contra o cancro.