Argentina encontrou dificuldades para vencer a selecção da Nigéria

0
163
Argentina

Argentina A Argentina derrotou a Nigéria por 1-0, com o único golo da partida a ser apontado por Heinze na sequência de um pontapé de canto. O jogo começou num ritmo infernal, com a equipa de Maradona a “carregar” sobre o último reduto nigeriano e o golo acabou mesmo por surgir nessa fase.

A Argentina controlou quase sempre a partida, mas no segundo tempo a Nigéria chegou a assustar.
 Di María foi como se previa aposta de Maradona, mas o jogo não correu de feição ao jogador do Benfica. O jogo ofensivo da Argentina não passou pelo flanco esquerdo e pelos pés de Di María, e foram Messi, Tevéz e Higuaín quem semeou o perigo junto da baliza contrária.
 Os sul americanos iniciaram a partida em alta rotação, com as jogadas de perigo a suce-derem-se e com o primeiro golo a surgir com naturalidade logo ao minuto 6. Após um canto de Verón da direita, Gabriel Heinze cabeceia colocado da marca de penalty e faz o primeiro golo do encontro.
 A Nigéria tentava responder em contra ataque, alguns deles com algum perigo, mas sentia-se que o segundo golo da Argentina podia surgir a qualquer instante.

 Até final da primeira parte a toada da partida manteve-se, se bem que com um ritmo mais brando que nos primeiros minutos, mas acima de tudo com um controlo absoluto da situação por parte dos argentinos.
 No segundo tempo, e até aos 60 minutos, poucas oportunidades, com a partida a ganhar algum ânimo e ocasiões mais perto das grandes áreas.
 Com o passar dos minutos e com a diferença a manter-se num único golo, a Nigéria começou a acreditar que poderia conseguir algo mais da partida, subiu mais no terreno e o jogo passou a desenrolar-se também perto da baliza de Romero.

 Com espaço na retaguarda dos africanos, Messi e Cª tentavam aproveitar o facto e o jogador do Barcelona teve uma ocasião clara para dilatar a vantagem quando surgiu englobado numa situação de 4 para 2, mas não conseguiu desfeitear Vincent Enyeama.
 Aliás Messi teve oportunidades de marcar neste Mundial por 3 ou 4 vezes, todas elas onde demonstrou a sua “relação com a bola” finalizando sempre em jeito, junto aos postes da baliza, depois de uma condução perfeita do esférico.

 O guarda redes da Nigéria Vincent Enyeama acabou por ser uma das figuras da partida, com um punhado de grandes defesas, merecendo mesmo a distinção da FIFA de  “Melhor Jogador da Partida.”

 Com a vitória no primeiro jogo a Argentina vê o seu favoritismo no grupo aumentar ainda mais, defrontando agora a República Coreia do Sul no Soccer City, enquanto, por sua vez a selecção da  Nigéria jogará frente à represntação da Grécia, que no jogo de estreia baqueou frente aos coreanos.
 Será um encontro decisivo para as  duas selecções.