Apuramento para o Euro 2021 dos Sub-21: Portugal derrotou Holanda mas falhou 1.º lugar no Grupo por um golo

0
112

  A selecção portuguesa de futebol de sub-21 venceu a Holanda (2-1) em Portimão, com ‘bis’ de Fábio Vieira, falhando por um golo a vitória no Grupo 7 da fase de apuramento para o Europeu de 2021.

  No derradeiro encontro desta fase, com as duas equipas já apuradas para a competição, a disputar na Hungria e na Eslovénia, em 2021, os dois golos do médio-ofensivo do FC Porto (dois e 53 minutos), com resposta pelo meio de Cody Gakpo (42) não chegaram para os portugueses atingirem o seu objetivo.

  Portugal, que precisava de vencer por dois golos de diferença para anular a derrota em solo holandês (4-2), terminou o grupo no segundo lugar, com 27 pontos, em igualdade pontual com os Países Baixos, primeiros classificados.

  Para atacar o primeiro lugar do grupo, Rui Jorge operou duas mudanças em relação à vitória de domingo frente ao Chipre (2-1), apostando em Tomás Tavares e Fábio Vieira para os lugares de Nuno Mendes (baixa por lesão) e Rafael Leão.

  Se, com os cipriotas, a seleção portuguesa ti-nha sofrido logo ao segundo minuto, desta vez sucedeu o contrário no mesmo minuto: após um lançamento lateral, Hoogma atrasou de cabeça para o guarda-redes com pouca força, Dany Mota pressionou, chegou mais rápido e assistiu para Fábio Vieira encostar para golo inaugural.

  A Holanda, que chegava a esta partida com nove vitórias em nove jogos e 45 golos marcados, ‘acusara’ o golo madrugador, deixando as despesas ofensivas da partida para Portugal ao longo do primeiro quarto de hora.

  Aos 11 minutos, Javairo Dilrosun ainda rematou ligeiramente por cima, num livre direto, mas Portugal também teve uma boa ocasião, três minutos depois, quando Vítor Ferreira ganhou espaço à entrada da área e atirou a rasar a barra.

  Perante um conjunto luso que tentava controlar a partida através da posse de bola, as movimentações ofensivas holandesas melhoraram e o perigo começou a rondar a baliza de Diogo Costa, que, aos 24 minutos, se estirou para bloquear um remate perigoso de Cody Gakpo.

  Dilrosun e Justin Kluivert ameaçaram, de bola parada, mas o golo da igualdade acabou por chegar perto do intervalo (42): Zeefuik combinou com Dilrosun na direita e cruzou rasteiro para o desvio certeiro de Gakpo, ao segundo poste.

  Em busca da vitória, Rui Jorge modificou a equipa ao intervalo, descartando o 4-3-3 e colocando Rafael Leão ao lado de Dany Mota na frente de ataque, apoiados por um meio-campo em losango.

  Com os portugueses mais pressionantes no reatamento, Fábio Vieira ‘bisou’, aos 53 minutos, num remate sortudo de fora da área: a bola ressaltou num defesa e levou uma trajectória que traiu o guardião Scherpen.

  Portugal, que tentou tudo para chegar ao terceiro golo, pode queixar-se da ineficácia na finalização, uma vez que Rafael Leão (rematou, mas Schuurs cortou em cima da linha de baliza), aos 55, e Fábio Vieira (tentou colocar a bola fora do alcance do guarda-redes e atirou para fora), aos 78, desperdiçaram ocasiões flagrantes de golo.

  Nos momentos finais, com os ânimos exaltados em campo entre os dois bancos, os holandeses também podiam ter empatado, mas Justin Kluivert, sem marcação na área, cabeceou ao lado (90+3).

  A fase final do Europeu de sub-21 será dividida em dois períodos distintos: a fase de grupos, com quatro grupos de quatro equipas cada, está marcada para março de 2021, com jogos na Hungria e na Eslovénia, apurando-se oito equipas para a fase a eliminar, que se disputará entre maio e Junho.