Apresentado relatório de Contas no almoço mensal da Academia do Bacalhau de Pretória

0
218

 Com a presença de oitenta pessoas, entre compadres, comadres e alguns convidados, número de que faziam parte o conselheiro da embaixada Eduardo Rafael, os comendadores Mário Ferreira, Estevão Rosa, Gilberto Martins e Joe Quintal, e os presidentes da Academia Mãe, em Joanesburgo, José Contente; Lino Faria, da Casa do Benfica; Mário Jorge, da ACPP; Samuel da Silva, da Casa Social da Madeira; Augusto Baptista Rosa, presidente da Assembleia-Geral da Casa do Benfica, e do Conselho Fiscal da CSM, e Manuel José, presidente honorário da ACPP, teve lugar na tarde da última terça-feira, 6 de Fevereiro, no restaurante da Associação da Comunidade Portuguesa de Pretória o primeiro almoço do ano promovido pela Academia do Bacalhau, desta mesma ci-dade.

 Por se tratar do último convívio a cargo da Direcção desta Academia, foi pelo seu presidente, comendador Mário Ferreira apresentado o relatório de contas referentes ao ano que a dirigiu, no qual e como ali referiu, constava o donativo angariado há meses, destinado à intervenção cirúrgica de uma jovem luso-descendente, mas que por se ter recusado a ser operada, continua essa importância a

constar do bom saldo que esta Academia do Bacalhau tem em conta bancária citadina, conforme cópia distribuída pelos presentes no convívio.

 Ao agradecer a presença de todos neste almoço, como referiu último no seu mandato, daí colocar o seu lugar à disposição de quem o quisesse substituir na liderança desta Academia do Bacalhau de Pretória, mas que por não haver interessado nesse cargo, a par do elogio do seu homólogo José Contente, da Academia de Joanesburgo, ao afirmar que o saldo positivo ali apresentado desta importância, não é qualquer um que no seu lugar o consegue, daí ser de opinião, em Mário Ferreira continuar a liderar a Academia de Pretória, como acabou por se verificar, com a alegação de que apenas ficaria por mais um ano, a merecer estrondosa salva de palmas dos presentes no convívio.

  Aproveitando o uso da palavra, e satisfeito, tanto com o agradável ambiente que ali reinava, como aliado ao facto de Mário Ferreira ter aceite continuar no cargo por mais um mandato, José Contente deu ali conhecimento do 47º congresso mundial das Academias do Bacalhau, marcado para Joanesburgo de 17 a 21 de Outubro próximo, com o almoço de despedida onde será encerrado o congresso e respectiva tarde típica portuguesa, a ser promovido pela Academia do Bacalhau de Pretória, a antever sucesso garantido.

 Findo o almoço – onde foi muito gratificante voltar a ver ali expostas lado-a-lado, as bandeiras das Academias do Bacalhau de Pretória e de Joanesburgo, o que acontece desde há algum tempo a esta parte, em convívios do géne-ro, sinal do bom entendimento entre os dirigentes e certos membros de ambas as partes, facto que se saúda, devido ao valor que em cooperação isso representa -, foi dada a pala-vra a Lino Faria, ali nomeado “carrasco” para aplicação de multas da praxe nestes convívios, o qual e como vice-presidente desta Academia de Pretória, tem oferecido o pão para estes almoços, confeccionado na sua “Meyerspark Bakery”, diga-se bem apreciado pelos que o têm saboreado.

 Enquanto nestes convívios -neste último entregue por Mário Ferreira os diplomas aos novos compadres da tertúlia, Manuel de Abreu, André Jardim e George Chrisochos -, se continuarem a ver aderências como esta, poderão certamente, como se tem verificado, continuar a ser beneficiadas as instituições da comunidade a operar em beneficência, nesta cidade, área onde se situam “Os Lusíadas”, tal como periodicamente e desde há alguns anos vem acontecendo com a entrega de determinados donativos pelas direcções que têm passado por esta Academia do Bacalhau, e o comendador Mário Ferreira tem primado em dar continuidade.