Angola lidera o “ranking” dos dez países que mais compram vinhos portugueses

0
54
vinhos

vinhos Angola lidera o “ranking” dos dez países que mais compram vinhos portugueses, tendo importado 444,6 mil de hectolitros em 2009, no montante de 56,9 milhões de euros, de um total de 246 milhões de euros exportados por Portugal. Portugal exportou em vinhos tintos e brancos, isto é, vinhos tranquilos, 1,59 milhões de hectolitros no ano passado, o que correspondeu a 246 milhões de euros, indicam dados a da ViniPortugal.

 Os vinhos portugueses dominam o mercado angolano, com uma quota de cerca de 95 por cento nos vinhos engarrafados e só na área da grande Luanda estima-se que hajam 3,5 milhões de potenciais consumidores, dos quais 60 por cento homens e 40 por cento mulheres, que se situam entre os 30 e os 45 anos.

 O dinamismo das exportações de vinhos portugueses para Angola continua a ser sustentado e “o potencial de mercado grande”, segundo a ViniPortugal.
 A seguir a Angola, surge o Reino Unido, com um valor de importações da ordem dos 19,6 milhões de euros em vinhos tintos e brancos no ano passado, num volume de 105,6 mil hectolitros.

 Os Estados Unidos estão na terceira posição com compras no valor de 18,6 milhões de euros, o que representou 82,8 mil hectolitros no ano passado.
 A Alemanha, em 2009, face ao comportamento dos anos anteriores, destaca-se ocupando o terceiro destino em termos de volume (144,4 mil hectolitros) e o quinto em valor. (16,9 milhões de euros).

 Os países para os quais Portugal menos exporta em valor, quer tintos e brancos, são o Brasil, Suécia e a Bélgica, enquanto que em volume surgem o Canadá, o Brasil e igualmente a Suécia.