Angola e Moçambique com crescimento económico mais reduzido

0
50
Angola e Moçambique com crescimento económico mais reduzido

Angola e Moçambique deverão registar este ano o menor crescimento económico desde a crise financeira mundial de 2009, de 3,5% e 7%, respectivamente, informou o Fundo Monetário Internacional no seu relatório Perspectiva Económica Mundial.

O documento, divulgado em Washington, afirma que Angola vai crescer 3,5% neste e no próximo ano, ao passo que Moçambique abranda para 7% este ano, recuperando para 8,2% em 2016 e conhecendo um crescimento exponencial de 17,6% em 2020, quando as exportações de gás natural começarem.

Angola, por seu turno, deverá estar a crescer 5,2% em 2020, mostrando que a descida dos preços do petróleo e o consequente impacto nas receitas fiscais terá efeitos prolongados no desenvolvimento económico do país.

 Cabo Verde deverá crescer este ano 3,5%, acelerar para uma taxa de 3,7% em 2016 e de 4,2% em 2020 e a Guiné-Bissau deverá ter um crescimento em 2015, 2016 e 2020 de 4,7%, 4,8% e 5,0%, respectivamente.

 São Tomé e Príncipe, o restante país africano de língua oficial portuguesa, deverá crescer com a mais recente edição da Perspectiva Económica Mundial 5,0% este ano, 5,2% em 2016 e 6,0% em 2020.