África do Sul ultrapassa barreira dos 10 mil casos positivos de covid-19

0
225

O número de casos de infecção confirmados de covid-19 ultrapassou a barreira dos 10 mil na África do Sul, que regista agora 194 mortes, informou o Ministério da Saúde sul-africano.

As províncias do Eastern Cape (Cabo Oriental), sudeste, e Western Cape (Cabo Ocidental), sul do país, representam cerca de 84% dos casos confirmados, mais 595 do que no sábado, elevando para 10.015 o total de casos de infecção por covid-19 no país, indicou o ministro da Saúde Zweli Mkhize.

O número de mortos subiu no domingo para 194, mais oito que na véspera. A África do Sul regista 4.173 casos recuperados.

Segundo as autoridades, até ao momento a África do Sul, país mais afectado pela pandemia da África Subsariana, realizou mais de 350 mil testes.

Especialistas da Saúde sul-africanos observaram que os recentes números são relativos a testes do final de Abril, tendo em conta os resultados ainda por apurar face ao recente aumento de testes realizado.

Desde 01 de Maio o governo sul-africano tem levantado progressivamente as medidas de confinamento em vigor desde Março.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 280 mil mortos e infectou mais de quatro milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando sectores inteiros da economia mundial.